Salvador Amaral, Baja Portalegre: ”Consegui imprimir o meu ritmo”

Por a 2 Novembro 2022 22:01

Salvador Amaral, piloto Wingmotor Honda, alcançou na 36 ª edição da Baja Portalegre 500 a 4ª posição entre os concorrentes da Classe TT1, terminando ainda a corrida a um escasso minuto de uma posição no Top 10 absoluto.

Salvador Amaral entrou cauteloso na mítica prova alentejana onde enfrentou um total de 412 km cronometrados. Depois de terminar a primeira etapa que compreendeu um prólogo de 3.360 km e um setor seletivo de 59,61 km no 7º lugar da classe, melhorou significativamente a sua posição no dia seguinte onde teve de disputar um setor único 350 km disputados ao cromómetro.

“Felizmente correu tudo bem. Começámos cautelosos demais no primeiro dia depois de ver a aparatosa queda do Micael Simão a quem desejo rápidas melhoras! No segundo dia consegui imprimir o meu ritmo, andar consistente e ultrapassar vários pilotos em pista. Sabemos que é uma prova com muitos quilómetros, típico de Portalegre, por isso temos de andar muito concentrados para que não haja contratempos. Quero dar os parabéns à organização, é incrível a moldura humana ao longo de todo o percurso. Por fim quero agradecer ao meu Pai e aos meus patrocinadores por terem tornado este ano possível” revela Salvador Amaral que depois de registar o 20º tempo no final da primeira etapa, termina a corrida no 11º lugar da classificação geral. 

De notar que o irmão Gonçalo Amaral apesar de ausente devido a lesão, termina a época na 2ª posição do CNTT entre os Juniores.

:.

(Texto e Foto: A2 Comunicação)

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x