Moto3 dá o pontapé de saída no Qatar – Previsão

Por a 5 Março 2019 17:24

Chegou a hora e a classe de Moto3 será a primeira a sair para a corrida no Grande Prémio do Qatar. E que melhor maneira de começar do que os sempre impressionantes e incrivelmente próximos duelos entre as motos da classe mais pequena? Como em qualquer outro fim-de-semana de corrida, os pontos em jogo são os mesmos 25, mas as apostas parecem muito maiores quando é a abertura da temporada… por isso, quem levará os primeiros espólios?

No campo dos veteranos, se se pode dizer veteranos de uma classe de adolescentes, há alguns bons nomes que se destacam imediatamente. Romano Fenati (Snipers Team) regressa e é um anterior visitante do pódio em Losail, tal como Aron Canet (Sterilgarda Max) que acabou os treinos pré-época na frente.

John McPhee (KTM Petronas Sprinta) e Lorenzo Dalla Porta (Honda Leopard). Niccolo Antonelli (SIC58 Squadra Corse) venceu a edição de 2016 do Grande Prémio, e Ayumu Sasaki (Petronas Sprinta), Andrea Migno (Angel Nieto) e Marcos Ramirez (Honda Leopard) tiveram aqui dos seus melhores resultados.

Mas que dizer de pilotos como Tony Arbolino (Snipers Team), que andou sempre entre os primeiros nos testes? Será o italiano capaz de transformar as coisas para seu benefício no GP do Qatar? E há ainda o veterano Gabriel Rodrigo (Kömmerling Gresini Moto3), que com uma fratura da clavícula nos testes, quer estar pronto, mas continua a ser um ponto de interrogação…

Depois, vêm os rookies. Com a vitória em Valencia como wildcard no fecho da temporada, para se tornar no mais jovem vencedor de um Grande Prémio da história, o turco Can Öncü não precisa de apresentações, nem Celestino Vietti (Sky VR46) que já apareceu no pódio na Austrália no ano passado. Além disso, o piloto da KTM Red Bull Ajo, Öncü, conhece a pista do seu tempo na Copa Idemitsu Asia, assim como Ai Ogura (Honda Team Ásia) – isso pode ser uma vantagem sobre Raul Fernandez (Angel Nieto).

Há ainda um novo Rossi (Kömmerling Gresini), Tom Booth-Amos (CIP – Green Power) e Filip Salac (Redox PrüstelGP)e também na luta, nomes como Ryusei Yamanaka na Estrella Galicia 0,0, o piloto japonês a vir da equipa júnior para substituir Sergio Garcia.

O espanhol não está lesionado, no entanto, é muito jovem e tem que esperar até o 16º aniversário e, portanto, só vai correr no GP da Argentina a seguir. Vamos tirar dúvidas quando as luzes se apagarem para a primeira corrida de Moto3 da temporada no domingo 10 de março às 13:00.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png