SBK, 2021, Donington: Gerloff estreia Donington Park como mais rápido

Por a 2 Julho 2021 17:30

Com o regresso das SBK ao Reino Unido, o às americano liderou as folhas de tempos, mostrando forma devastadora na sua primeira saída na pista

No dia de abertura do Campeonato Mundial de Superbike em Donington, Garrett Gerloff (Yamaha GRT) fez as manchetes ao estrear-se como o mais rápido numa tarde de sexta-feira de sol.

O esforço do Americano foi o suficiente para o colocar no topo com um 1:27.524, à frente de Jonathan Rea (Kawasaki Racing e Toprak Razgatlioglu (Yamaha Pata BRIXX).

Foi um Independente no topo na sexta-feira no Reino Unido, quando Garrett Gerloff melhorou significativamente ao longo do dia de abertura para ir ao topo com um pneu SCX nas fases finais.

Menos de uma semana após uma sólida performance de substituição em MotoGP, Gerloff espera continuar a sua forma no sábado e domingo.

Do outro lado da garagem, foi um pesadelo para Kohta Nozane, considerado inapto após a sua queda nos testes de Navarra que o deixou com um dedo médio fraturado na mão direita.

A dupla da Kawasaki Jonathan Rea e Alex Lowes desfrutou de uma sessão positiva, já que ambos os pilotos estiveram rápidos desde o início da sessão, fazendo o 1-2 durante os 20 minutos iniciais.

Rea foi super-consistente e terminou o dia em segundo lugar, enquanto Lowes estava também em boa forma à tarde para terminar em quarto lugar no conjunto.

A carga da Yamaha foi liderada por Toprak Razgatlioglu (Yamaha Pata).

Apesar de um momento de susto na abertura da sessão, conseguiu continuar e cimentar a sua posição em terceiro.

O colega de equipa Andrea Locatelli atingiu a quarta posição na sessão da tarde, antes de terminar em décimo primeiro lugar na geral.

A Ducati Aruba também esteve na disputa, com o herói local Scott Redding a estrear-se diante dos seus fãs, terminando o dia na quinta posição geral no circuito do qual venceu a sua primeira corrida do Campeonato do Mundo em 2008, no Grande Prémio de 125cc.

Michael Ruben Rinaldi (Ducati Aruba) terminou em sexto, mas foi sétimo na geral, pois quem terminou em sexto à geral foi Tom Sykes (BMW Motorrad), apesar de um acidente rápido nos cinco minutos iniciais do TL2.

Sykes voltou à sessão mais tarde, enquanto o companheiro de equipa Michael van der Mark teve um dia bastante modesto em décimo no total.

Com Leon Haslam (Team HRC) e o companheiro de equipa Álvaro Bautista, foi o “Pocket Rocket” que voltou a colocar a Honda CBR1000RR-R dentro dos dez primeiros no seu circuito local.

Do outro lado da boxe Álvaro Bautista terminou o dia 15º.

Com Gerloff no topo, o resto dos pilotos Independentes estavam mais abaixo e foi mais uma vez Lucas Mahias (Kawasaki Puccetti) o próximo melhor em nono, enquanto Chaz Davies (Team GoEleven) só conseguiu chegar a 12º, à frente de Axel Bassani (Motocorsa Racing) e Tito Rabat (Barni Racing Team), com os três Independentes da Ducati juntos.

Isaac Viñales (ORELAC Racing VerdNatura) foi 16º à frente de um sólido Luke Mossey (Team Pedercini Racing) e do alemão Jonas Folger (Bonovo MGM Racing).

Eugene Laverty (RC Squadra Corse) foi prejudicado por problemas técnicos em 19º lugar, à frente de Christophe Ponsson (Alstare Yamaha) e Loris Cresson (OUTDO TPR Team Pedercini Racing).

4.5 2 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x