MotoGP, Os 17 pilotos da história da Gresini: do pior para o melhor

Por a 16 Janeiro 2022 13:19

A Gresini apresentou ontem a moto que vai utilizar no campeonato do mundo de 2022, voltando a ser uma equipa independente depois de se separar da associação com a Aprilia. Muito talento passou pela Gresini ao longo dos anos e o The Race decidiu ordená-los do pior para o melhor.

Miguel Duhamel ocupa o 17.º e último lugar deste ranking particular, tendo ocupado o lugar durante apenas um fim de semana em 2007, substituindo o lesionado Toni Elias. O australiano Bryan Staring vem a seguir, terminando a sua única época com apenas dois pontos. Um trio de japoneses, composto por Ryuichi Kiyonari, Kousuke Akiyoshi e Hiroshi Aoyama completam os lugares seguintes.

Com uma época mais sólida, mas ainda assim sem ser espetacular, Shinya Nakano ocupa o 12.º lugar, seguido do atual piloto de testes da Ducati, Michele Pirro. Michel Fabrizio, Scott Redding, Alex de Angelis e Colin Edwards são os pilotos que se seguem até ao sétimo lugar.

Na lista dos seis primeiros entram Toni Elias, em sexto, Alvaro Bautista, em quinto, e Marco Simoncelli, em quarto, antes do top-3, composto por Daijiro Kato, no terceiro lugar, Marco Melandri, na segunda posição, e Sete Gibernau, considerado para o The Race o melhor piloto da Gresini.

De recordar que Enea Bastianini e Fabio Di Giannantonio vão ser os pilotos da equipa para 2022.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x