MotoGP, 2020, Valência: Alex Crivillé acha que o título em aberto é ótimo

Por a 4 Novembro 2020 16:00

Alex Crivillé, primeiro Espanhol a sagrar-se Campeão Mundial de 500 em 1999, depois de vencer o campeonato de 125cc no seu segundo ano no Mundial, continua a ser um influenciador e diz que é bom chegar ao fim com o Campeonato por decidir

Os seus favoritos são Joan Mir, que lidera a classificação geral, e ainda não ganhou um GP, mas tem as melhores cartas antes das últimas três corridas da temporada, e o seu companheiro da equipa Suzuki, Alex Rins.

“A cada corrida, fico mais consciente de quão eficaz é a estratégia de Joan Mir. Ele conseguiu estender a sua vantagem, mesmo que não tenha arriscado tudo”, diz Crivillé, que também não quer perder de vista Rins. Afinal, o seu compatriota tornou-se também um coletor de pontos e pódios, depois da lesão no ombro no início da temporada e dos acidentes na Áustria e Le Mans.

Crivillé continuou: “Não devemos excluir Alex Rins na luta pelo título. Ambos estão a sair-se bem.”

A Suzuki GSX-RR não tem estado fora do jogo em nenhuma pista até agora esta temporada. Além disso, Mir e Rins têm dado passos em frente na sua fraqueza maior, que era a qualificação. Juntamente com os pilotos da Yamaha, Maverick Viñales, Fabio Quartararo e Franco Morbidelli, são as brasas mais quentes no fogo neste momento.

A curva de forma de Andrea Dovizioso, por outro lado, tem estado a apontar para baixo.

No entanto, ainda não é claro quem será o sucessor do lesionado campeão do mundo Marc Márquez. Crivillé gosta da emoção em redor da final: “A três corridas do final da época, o campeonato ainda está muito em aberto, e vários pilotos estão a lutar pelo título. Não é fantástico?”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x