Moto3, 2021, Catalunha: Alterações ao regulamento

Por a 9 Junho 2021 14:28

A Comissão de Grande Prémio introduziu alterações ao regulamento desportivo e técnico para 2021 e mais além, visando simplificar a formula e reduzir custos

A Comissão do Grande Prémio, composta por Carmelo Ezpeleta, Paul Duparc, Hervé Poncharal, Takeo Yokoyama e Massimo Rivola, na presença de Jorge Viegas como Presidente da FIM, Carlos Ezpeleta da Dorna, Mike Trimby da IRTA, como Secretário da reunião e Corrado Cecchinelli, Diretor Técnico, numa reunião realizada na Catalunha no passado dia 4 de Junho, tomaram as seguintes decisões:

Regulamento Desportivo, com Efeito Imediato

Prazos de participação na Q1 e Q2:

Os pilotos que participam na Q1 e Q2 são determinados pelos tempos combinados das sessões de Treino Livre. Devido a infrações, tais como exceder os limites de pista, é por vezes difícil finalizar os resultados após o TL3, porque as infrações podem ser descobertas pela Direção de Prova ou comunicadas aos comissários da MotoGP à última hora. Isto pode levar a que as equipas não tenham tempo suficiente para preparar máquinas para o Q1 ou Q2.

No futuro, os resultados combinados das sessões de treino livres serão finalizados 60 minutos após o final do TL3. Da mesma forma, os resultados da Q1 serão finais cinco minutos após o final dessa sessão. Quaisquer infrações que possam alterar os resultados, descobertas após este tempo, não serão objeto de ação nem passíveis de protesto ou recurso.

Moto3, Regulamento Técnico – Efetivo  Época 2022

A fim de assegurar um controlo contínuo dos custos para as equipas e fabricantes do Moto3, a seguinte proposta foi aprovada pela Comissão.

2022 e 2023:

– A atual especificação da moto de 2021, tal como declarada por cada fabricante, será congelada até 2023, inclusive.

– O preço máximo para um chassis rolante completo permanecerá em 85.000 euros.

– Como parte do pacote do motor, cada fabricante só será obrigado a fornecer três conjuntos de caixas de velocidades por equipa de dois pilotos.

– Cada equipa será autorizada a alugar um máximo de dois conjuntos adicionais de caixas de velocidades ao preço máximo de 2.500 euros cada.

– Será permitido um máximo de seis motores por piloto, para a época. No entanto, um fabricante pode escolher atribuir cinco motores por piloto, para a época.

– Os fabricantes podem continuar a cobrar ao Campeonato 60.000 euros por inscrição para o fornecimento de motores, quer a atribuição seja de cinco ou seis motores por piloto.

– Uma vez que os motores são reconstruidos durante a época e re-atribuídos às equipas, os fabricantes precisam de evitar custos adicionais desnecessários de reconstrução devido à má utilização do motor. Por conseguinte, será acordado com os fabricantes um protocolo que definirá o que se acredita ser uma utilização aceitável do motor pelas equipas e pelos pilotos.

Ou seja, as equipas podem ser cobradas por danos no motor comprovadamente causados pelo piloto ou equipa que exceda estes parâmetros.

A partir de 2024:

Foi acordado que todas as partes farão todos os esforços para introduzir um combustível novo e mais sustentável.

A partir de 2024, as especificações da moto serão declaradas por um período mínimo de dois anos (com uma revisão a meio da época no primeiro ano para avaliar a possibilidade de aumentar para três anos).

Isto significa que no início da temporada 2024, cada fabricante declarará a sua especificação de moto no primeiro evento da temporada, sendo esta especificação congelada pelo menos até ao final da temporada 2025.

Para evitar o possível problema de um fabricante ter um problema de base que tenha impacto no desempenho da sua moto e seja impedido de o resolver durante três anos, cada fabricante será autorizado a atualizar uma das seguintes áreas, apenas no primeiro ano:

– Carenagem principal

– Pára-lamas dianteiro

– Braço oscilante

– Quadro

– Motor

A parte alterada deve ser fornecida gratuitamente a todos os pilotos e estar disponível para todos ao mesmo tempo.

Uma versão regularmente atualizada do Regulamento do Grande Prémio FIM, que contém o texto detalhado das alterações ao regulamento, poderá ser consultada em breve no site da FIM.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x