SBK, 2021, Aragón: Davies à frente no TL2, Razgatlioğlu mais rápido no agregado

Por a 21 Maio 2021 16:15

Com todos os fabricantes dentro dos dez primeiros, e a menos de um segundo, uma surpresa pode muito bem estar reservada para este fim-de-semana

Um frenético primeiro dia da temporada do Campeonato Mundial de Superbike de 2021 proporcionou inúmeras histórias e não dececionou. Nos tempos combinados, foi Toprak Razgatlioglu (Yamaha Pata BRIXX SBK) que defendeu de Chaz Davies (Team GoEleven) e Garrett Gerloff (Yamaha GRT SBK Team).

Toprak Razgatlioglu ocupou o primeiro lugar de manhã, com a Yamaha a encontrar boa forma nas condições mais frias.

O piloto turco tem lutado historicamente em Aragón, tal como a Yamaha, e, nas temperaturas mais elevadas da tarde, voltou a baixar. Razgatlioglu foi globalmente mais rápido nos tempos combinados, mas os Independentes também se encontravam em boa forma esta sexta-feira.

Chaz Davies (Team GoEleven, 7) terminou em segundo lugar na geral, a melhor Ducati. O galês também esteve em boa forma na sessão da tarde e é o mais consistente em todos os momentos do dia, um possível sinal do que está para vir durante o resto do fim-de-semana.

A juntar-se a ele dentro dos três primeiros, ficou o americano Garrett Gerloff (Yamaha GRT, 31), com o texano ao rubro de manhã, mas na parte de baixo dos dez primeiros à tarde. Em terceiro lugar, é um começo forte para Gerloff.

Alex Lowes (Kawasaki Racing) liderou o comando da Kawasaki, tendo liderado a sessão da manhã antes de eventualmente terminar em quarto, e ficou em sexto lugar nas folhas de tempos da parte da tarde.

O atual companheiro de equipa Campeão Jonathan Rea foi apenas quinto após a sessão de abertura, mas ao contrário de Lowes, assumiu o comando do assalto da Kawasaki à tarde, terminando em segundo lugar.

Ambos os pilotos da Kawasaki testaram o pneu SCX durante a tarde e com Lowes e Rea quarto e quinto respetivamente, espera-se que melhorem no sábado.

A equipa Ducati Aruba teve um dia de ação discreto no MotorLand Aragón.

Michael Ruben Rinaldi foi sexto nas tabelas de tempos e contou com o seu tempo de FP1 desde a manhã, enquanto Scott Redding foi apenas 11º pela manhã, mas cortou meio segundo do seu tempo à tarde, colocando-o em sétimo no final do dia.

Há muito trabalho a fazer pela fábrica Ducati, mas foram vencedores em Aragón em 2020, pelo que têm o potencial de saltar de volta para a frente.

Foi uma sexta-feira mista de volta à ação para a equipa HRC, com Álvaro Bautista em quarto lugar na FP2, mas apenas em oitavo nos tempos combinados, enquanto Leon Haslam estava um lugar atrás dele na FP2 em quinto, mas em décimo lugar na geral.

Tanto Bautista como Haslam trabalharam bem durante toda a sexta-feira e estarão ansiosos por mostrar a sua força num circuito em que alcançaram um pódio em 2020. Ambos os pilotos tentaram usar o pneu SCX durante toda a tarde, talvez contemplando-o como uma possível opção de corrida para amanhã, tal como Bautista fez no ano passado.

Na BMW, era Tom Sykes que hasteava a bandeira, mas apenas devido ao seu tempo de FP1 pela manhã. Sykes ficou em nono, embora o colega de equipa Michael van der Mark tenha tido um tórrido primeiro dia no escritório em Aragón, ao dar uma grande queda na Curva 8, trazendo a Bandeira Vermelha.

Falhar o resto da sessão deixou-o no 11º lugar com apenas 19 voltas, menos de todas ao longo do dia. As outras BMW também se debateram, com Jonas Folger (Bonovo MGM Racing) na 14ª e Eugene Laverty (RC Squadra Corse) apenas na 16ª posições.

A batalha dos novatos também foi intensa mais abaixo na ordem, com honras que acabaram por ir para Axel Bassani (Motocorsa Racing). Em 12º, ficou mesmo à frente de Tito Rabat (Barni Racing Team) que completou o seu primeiro dia de acção numa ronda de SBK à frente de Jonas Folger e depois da sensação japonesa Kohta Nozane (Yamaha GRT).

Christophe Ponsson (Alstare Yamaha) foi 18º mas sofreu uma queda na Curva 5 no TL2, mas terminou à frente dos estreantes da Kawasaki Isaac Viñales (ORELAC Racing VerdNatura) e Lucas Mahias (Kawasaki Puccetti).

Leandro Mercado (MIE Honda) ficou em 21º lugar à frente de Loris Cresson (TPR Team Pedercini Racing) e do seu companheiro de equipa Samuele Cavalieri.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x