TT: Taça Yamaha 2018 fechou em Góis

Por a 29 Novembro 2018 11:30

Depois de adiado por duas vezes, por imposição da Proteção Civil devido a risco de incêndio, o 25º Raid Paraíso Todo-o-Terreno disputou-se finalmente, no passado fim de semana, nas pistas dos concelhos de Góis e Arganil que receberam aquela que foi a sétima e última etapa da Taça Yamaha YXZ 1000R que se cumpre em paralelo com o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno de 2018.

Esta competição monomarca, promovida pela Yamaha Motor Portugal, assistiu a interessantes disputas pelos lugares de topo e contou com 11 equipas inscritas das quais sete competiram na classe Open e quatro na Stock.

Na Classe Open, onde Mário Franco liderou durante boa parte da prova, venceu Rui Serpa que tinha sido o mais rápido no Prólogo. O piloto da Franco Sport garantiu assim o segundo lugar final nesta Classe. Na segunda posição ficou António Carvalho que venceu a Classe SSV T2 do CNTT. No terceiro posto terminou André Rodrigues. Já Arnaldo Monteiro alcançou o quarto lugar que foi suficiente para se sagrar vice-campeão da Classe SSV T2 do Nacional.

Na muito concorrida Classe Stock o francês Eric Steichen estreou-se a vencer e obteve ainda um excelente 12º lugar da classificação geral absoluta da corrida. Já a dupla Filipe Rodrigues/Ricardo Mariano terminou a corrida no segundo lugar. Na discussão pelo título saiu vencedor Vasco Melo após um animado duelo com José Manescas disputado até à última. Os dois pilotos cncluíram esta corrida em quarto e terceiro lugar respetivamente.

Para a equipa da Yamaha este Raid TT de Góis foi mais um sucesso para a Taça Yamaha YXZ. “A disputa de lugares que se faz sentir até à ultima prova do campeonato é o espelho do desejo da Yamaha ao implementar este projeto. Foi atingido na sua totalidade o objetivo de criar uma competição dentro da marca e mais ainda dentro das duas subclasses criadas. Desta forma não só permitimos aos mais experientes e que desejam investir mais na preparação do seu carro um grupo para competir em “pé de igualdade” como criámos as mesmas condições para os que estão agora a entrar no mundo da competição ou simplesmente não desejam fazer um investimento tão elevado. Foi sem duvidas mais um ano de sucesso”, adiantou Luís Pinto Figueiredo, Marketing Manager da YME-Portugal.

Classificação após 7 provas

Open: 1º Mário Franco, 120 pontos; 2º Rui Serpa, 112; 3º Arnaldo Monteiro, 96

Stock: 1º Vasco Melo, 131; 2º José Manescas, 127; 3º Filipe Rodrigues, 3

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas TT
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png