Dakar, Etapa 8: Sam Sunderland vence e volta a liderar, Joaquim Rodrigues 8º

Por a 10 Janeiro 2022 11:04

Numa tirada que se previa longa e esclarecedora para as contas finais desta 44ª edição do Rali Dakar, o britânico Sam Sunderland recuperou a posição de líder que ontem havia perdido para Adrien Van Beveren, Pablo Quintanilla foi o segundo mais rápido e Matthias Walkner fechou o pódio. Joaquim Rodrigues foi oitavo e subiu na classificação geral.

Na partida para a oitava etapa do rali Dakar tudo ainda estava em aberto em termos de classificação. Adrien Van Beveren liderava o ranking da geral, mas na verdade, pouco mais de cinco minutos havia a separar os quatro primeiros, com Matthias Walkner, Kevin Benavides e Sam Sunderland muito perto do francês da Yamaha. Logo atrás vinha Lorenzo Santolino na seu Sherco e as duas Hondas montadas por Pablo Quintanilla e Joan Barreda. Percorriam-se esta segunda-feira um total de 830 km entre Al Dawadimi e Wadi Ad Dawasir, com 395 km para definir posições na tabela classificativa.

A abertura da etapa esteve a cargo do piloto da Honda Nacho Cornejo, que no domingo tinha alcançado o triunfo. O chileno partiu às 7h00 da manhã, seguindo-se  Kevin Benavides e Joan Barreda, ainda a cuidar da lesão no ombro. Partindo de 24º e 28º, respetivamente, Matthias Walkner e Sam Sunderland poderiam encetar uma corrida de perseguição dos primeiros e com menos problemas de orientação na etapa. Faltou à partida Ross Branch, que deveria ser o 13º piloto a partir, mas lesionado na perna e a coxear depois de ter caído na etapa 6, o piloto do Bowana permaneceu no bivouac. Assim, depois da GasGas e Husqvarna, era agora a vez da Yamaha ter também um representante a menos.

Ricky Brabec liderou a etapa até ao primeiro ponto de controlo à frente de Joan Barreda e Nacho Cornejo. Toby Price vinha 28 segundos atrás do americano, logo seguido pela Hero de Joaquim Rodrigues, na frente de Kevin Benavides. Seguia-se Lorenzo Santolino com a moto da Sherco. Participando no seu 13º Dakar e ocupando o oitavo lugar da geral como melhor piloto dos privados, o esloveno Stefan Svitko vinha fora dos dez primeiros.   

No WP2 (km 86), Sam Sunderland já tinha uma vantagem 1m30s’ sobre Joan Barreda e 1m45s sobre Matthias Walkner. A situação complicava-se para o líder Adrien van Beveren, que perdia neste ponto mais de 3m30s para o britânico da GasGas. Danilo Petrucci, que disse ter-se perdido cem vezes ontem, beneficiava hoje das marcas na areia deixada pelos adversários e passava no primeiro Waypoint no décimo lugar, menos de um minuto atrás de Sam Sunderland.

Sam Sunderland prosseguiu como líder da etapa no km 170, então com uma vantagem de 5m30s sobre Adrien van Beveren, ainda assim insuficiente para desalojar o francês do topo da classificação geral. Mas, o piloto da GasGas continuava na luta! Sem aliviar o punho do acelerador, ao km 201 surgia ainda na frente, mas agora com Matthias Walkner atrás e a quase dois minutos. Pablo Quintanilla subia então com a Honda ao terceiro lugar, com Adrien van Beveren no quarto lugar e a entregar as rédeas da classificação geral provisória a Sunderland.

No final da 8ª etapa Sunderland recuperou provisoriamente a liderança no Dakar, sendo este o sexto dia em que o piloto da GasGas ocupa esta posição. O britânico é agora de novo o líder da geral com 3m45s de vantagem sobre Walkner e 4m43s de avanço sobre Van Beveren. Quarto na classificação geral provisória, Quintanilla está agora 5m30s atrás do líder graças ao seu segundo lugar no especial de hoje dia. Barreda, também com Honda, está em quinto lugar, 14m38s atrás do líder. Santolino recuperou o 6º lugar, mas está agora a 21m09s’ atrás do novo líder, Sundersam. Mason Klein, a revelação desta 44ª edição do Dakar, terminou em 5º a etapa e ocupa o 10º lugar na classificação geral, a 35m26s.

Joaquim Rodrigues oitavo na etapa, ocupa agora o 15º lugar na geral como melhor português, na frente de António Maio (25º) e de Rui Gonçalves (27º), no final de uma etapa que cada vez mais coloca Sam Sunderland como o principal candidato ao triunfo final. Contra si, apenas o factor de ser o único piloto da GasGas em prova após o abandono de Sanders.

RESULTADOS DA OITAVA ETAPA

CLASSIFICAÇÃO GERAL

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x