MotoGP: Quartararo no topo e Rossi fora da Q2

Por a 29 Junho 2019 12:11

Fabio Quartararo entrou em pista para, uma vez mais, virar as coisas do avesso. O francês mostrou que o dia de ontem não foi apenas sorte e voltou terminar a sessão com o melhor tempo. Depois de ter sido retirado do trono na FP2 por Maverick Viñales, hoje foi dia de vingança. O francês já foi por várias vezes o melhor piloto Yamaha e hoje voltou a mostrar o porquê. Depois de começar a desafiar Danilo Petrucci, que estava na altura no topo da tabela, Quartararo lança-se para uma última volta incrível que termina com o melhor tempo da sessão, do fim-de-semana e de sempre. Sim, porque o piloto da Yamaha bateu o recorde da melhor volta que pertencia a Valentino Rossi desde 2015. Terminou com um tempo de 1’32:471 que lhe garantiu um lugar na Q2, mostrando que irá, certamente, continuar na luta pelas melhores posições.

No entanto, Quartararo não foi o único a bater o recorde de Rossi no dia de hoje. Petrucci já o tinha feito, ao conseguir marcar o seu tempo em 1’32:580. Terminando a sessão com a segunda melhor marca. O italiano parece continuar em boa forma e com ritmo para lutar pelo pódio na corrida de amanhã. Tem-se mostrado sempre muito consistente durante as três sessões de treinos livres, o que lhe reservou o lugar na Q2 para esta tarde. O piloto da Ducati não estará suficientemente satisfeito com os três pódios consecutivos, incluindo a vitória em Mugello, e deverá continuar assim durante o fim-se-semana. Já o seu colega de equipa acabou por descer na tabela. Dovizioso tinha ontem terminado na quarta posição, a pouco mais de meio segundo, descendo hoje para oitavo. A situação não parece ser preocupante visto que garantiu um lugar na Q2, acabando por diminuir a sua desvantagem para o líder que é agora inferior a meio segundo.

Destaque ainda para Márquez que terminou a sessão com o terceiro melhor tempo das sessões combinadas. O espanhol recuperou rapidamente do sétimo lugar conseguido ontem. A apenas cinco minutos do final da sessão estava na corda bamba, em décimo, e em risco de sair fora da Q2. Nessa altura, decidiu que era altura de agir e esteve perto de bater Petrucci, acabando por ficar na terceira posição nesta FP3 e em quarto nos tempos combinados.

Márquez melhorou o tempo de ontem, garantindo facilmente um lugar na Q2

Viñales manteve-se consistente, terminando na terceira posição. Pareceu bastante calmo durante toda a sessão pois sabia que seria difícil ficar fora da Q2. Continuou a ser o mais rápido durante uma boa parte da sessão e só foi ultrapassado pelos dois recordista deste sábado, Petrucci e Quartararo. Mais uma sessão a terminar com uma prestação sólida e bom ritmo para a corrida.

Menos sorte para Valentino Rossi que andou dentro e fora da Q2 durante toda a sessão. Depois de ter descido alguns lugares conseguiu colocar-se em 10º, mesmo no limite para não ser empurrado para a Q1. Foi tentando melhorar o seu tempo por volta durante toda a FP3 mas seria empurrado para fora do top 10 por Cal Crutchlow. Acabou por entrar para a box quando já se aproximava o final da sessão. O piloto da Yamaha começava a ficar sem tempo, regressando já nos últimos minutos. Conseguiu uma última volta muito rápida que o empurrou para a quinta posição. O tempo viria a ser cancelado por exceder os limites da pista, a escassos metros de passar pela bandeira de xadrez. Rossi foi assim empurrado para fora da Q2 e terá de dar tudo na Q1 para poder lutar por uma boa posição na corrida.

O piloto italiano ficou de fora da Q1 depois de ver a sua melhor volta cancelada no final da sessão

Os pilotos da Suzuki também não estiveram no seu melhor. Apesar de terem, constantemente, melhorado o seu tempo ao longo da sessão, o esforço não foi suficiente para os colocar num lugar seguro dentro do top 10. Rins vinha com um quinto lugar do dia de ontem e acabaria por terminar em 11º, fora da Q2. Chegou a discutir uma posição entre os cinco melhores mas viria a ser ultrapassado na segunda metade da sessão. Joan Mir esteve também por várias vezes dentro do top 10. Tudo parecia estar perdido quando Rossi subiu para quinto mas, com a volta cancelada, deu lugar ao espanhol que ainda conseguiu evitar a Q1 mesmo nos últimos segundos. Apesar de ter tido alguma sorte, Mir teve uma prestação muito forte nesta FP3 e foi o segundo melhor rookie.

Desilusão também para Andrea Iannone que terminou a sessão no 12º lugar, ficando de fora da Q2. O piloto da Aprilia surpreendeu no dia de ontem, ao conseguir o sexto melhor tempo mas hoje não conseguiu manter o ritmo com tantos pilotos na luta pelo top 10. Aleix Espargaro não foi além da 15ª posição. Não se sabe se terá ou não sido resultado da queda de ontem.

De fora ficaram também as quatro KTM. A melhor foi mesmo a de Pol Espargaro que, na combinação dos tempos, se ficou pelo 16º melhor. Logo atrás ficou Miguel Oliveira. O piloto português conseguiu fazer melhorias significativas no dia de hoje, alcançando o seu objetivo de melhorar o 20º lugar de ontem. Apesar de não ter chegado a ameaçar a entrada para a Q2, tem tudo para conseguir uma sólida prestação na corrida. Na sessão de hoje ficou muito próximo de Pol Espargaro e a menos de um segundo e meio do recorde de Fabio Quartararo. Para além de ter melhorado a posição de ontem, terminando na 17ª posição, melhorou também o seu tempo por volta. Johann Zarco terminou em 19º, à frente de Hafizh Syahrin, em 20º.

 

 

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Sem categoria
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x