Husqvarna MX 2017

Por a 7 Junho 2016 12:54

A agora austríaca Husqvarna revelou já a sua gama de modelos MX para o próximo ano, linha que onde constam modelos a dois e quatro-tempos destinados à competição a todos os níveis e também aos amadores que procuram as melhores máquinas.

Em conjunto com as equipas que utilizam os modelos da marca os engenheiros da Husqvarna criaram a mais recente evolução dos modelos TC 125; TC 250; FC 250; FC 350; FC 450, com a pequena TC 85 a receber apenas alterações ao nível do grafismo.

20875_FC-350-2017

Uma gama onde encontramos como principais novidades a utilização da forquilha dianteira ERA 48 da WP, controle de tracção, um completamente novo motor TC 250 a dois-tempos e outros avanços em termos de gestão de motor e componentes de primeira linha que pretendem manter a marca como uma escolha ‘premium’, sendo precisamente nesse segmento que a KTM – da qual Stefan Pierer é igualmente proprietário – quer manter a Husqvarna. Para já foi revelada a gama de motocross, com as propostas da marca para a o Enduro a estarem igualmente anunciadas para muito breve, como é já hábito em todas as linhas ano após ano.

Opção 2 Tempos

Especial atenção neste processo de desenvolvimento foi dedicada à totalmente nova Husqvarna TC 250, que em conjunto com a pequena TC 85 e TC 125 alinham uma completa gama de modelos com motor a dois-tempos. Em 2017 a TC 250 representa o continuo desenvolvimento da 250cc a dois-tempos no seio da linha de propostas da Husqvarna. Com uma significativa redução de peso global em conjunto com uma melhoria em termos de agilidade do conjunto, a nova evolução da moto apresenta um motor motor totalmente novo que foi redesenhado na íntegra para ser mais leve e oferecer mais eficiência, uma melhor centralização de massas como uma significativa redução de vibrações. O resultado final é uma TC 250 mais pequena, leve e suave de utilizar.

Os amantes das dois-tempos irão continuar a encontrar na linha da Husqvarna a popular 125cc, que irá ser equipada com a nova forquilha dianteira WP ERA 48, novo carburador Mikuni TMX 38mm e embraiagem hidráulica da Magura para assegurar que esta pequena e irrequieta ‘oitavo de litro’ continua a fazer estragos na classe.

Destinada aos futuros campeões a 85 recebeu apenas novo grafismo e cores, com a estética a aproximar-se ainda mais das irmãs maiores.

21226_TC-250-2017-Action

Rumo do futuro

Ao introduzir novos desenvolvimentos nos seus motores a Husqvarna quer que os seus modelos se mantenham na linha da frente no que diz respeito ao peso (mais reduzido), desenho e performance em todas as cilindradas.

Em toda a gama de motores a quatro-tempos o melhorado sistema de gestão oriundo dos japoneses da Keihin está desenhado para mais rapidamente processar informação, oferecendo igualmente a partir de 2017 um totalmente novo sistema de controle de tracção. Analisando a informação do acelerador e o incremento repentino de rotação do motor, os sensores registam qualquer redução de aderência e limitam a transmissão de potência à roda traseira assegurando tracção máxima em todos os momentos. Disponibilizando igualmente um sistema de controle de arranque (Launch Control) estão garantidos os melhores arranques ao mesmo tempo que podem ser escolhidos diferentes mapas de gestão do motor através de um botão colocado no guiador da moto.

O corpo de injecção de 44mm da Keihin está posicionado de forma a garantir um entrada de combustível mais eficaz na câmara de combustão e graças à eliminação de qualquer ligação mecânica com o acelerador a resposta a qualquer movimento do pulso é mais imediata.

Combinando as característica de cada motor ao mesmo tempo que manteve o peso global dos mesmo em valores reduzidos todos os sistemas de escape estão de acordo com os limites de ruído impostos pela Federação Internacional de Motociclismo para o motocross. Os escapes nas quatro-tempos contam com câmaras de ressonância para melhorar a entrega de potência com a FM 450 a contar com a mesma colocada em posição distinta das restantes.

Todos os motores a quatro-tempos estão igualmente equipados de série com sistema de arranque eléctrico que combinado com a utilização de potentes baterias de iões de lítio asseguram um fácil e duradouro arranque do propulsor.

20866_FC-250-2017

Novos patamares

Construído pela WP Performance Systems, que faz igualmente os quadros para as KTM de Moto 3 .e MotoGP, os quadros em crómio-molibdénio foram desenhados de acordo com rigorosos e calculados parâmetros de flexibilidade longitudinal e torsional para assegurar uma maneabilidade superior e uma agilidade refencial. Para optimizar o funcionamento da suspensão e melhorar as sensações transmitidas pelo quadro todos os motores a 4-tempos têm novos e leves apoios em alumínio.

Desenvolvidas para de forma perfeita se ajustarem ás características dos novos quadros as novas suspensões dianteiras WP ERA 48 fazem a sua estreia nesta gama 2017 da Husqvarna. Super leves, facilmente ajustáveis e com uma incrível capacidade de transmitir sensações ao ppiloto em qualquer situação e momento de utilização, estas ERA de 48mm de diâmetro atigem novos patamares em termos de tecnologia de suspensões.

21433_Airfork-AER-48-2017

Único nos modelos da Husqvarna é igualmente o sub-quadro compósito em três peças, construído com 30% de carbono que para além de ser bastante resistente pesa apenas 1400 gramas. Agarrados ao quadro estão igualmente novos poisa-pés que limitam a acumulação de lama nos mesmos e o aumento de peso indesejado nos mesmos, com as molas a ajudarem que na passagem pelos sulcos ou regos mais profundos estes encolham e regressam à sua posição quando deixam as zonas mais apertadas. O sistema de embraiagem hidráulica foi construído pela Magura e não necessita de qualquer manutenção ao mesmo tempo que garante um funcionar perfeito do sistema em todas as situações. Os punhos permitem um ajuste fácil e apresentam um sistema de montagem de acelerador pioneiro que permite facilmente ajustar o mesmo ao mesmo tempo que pode ser alterada o curso de acelerador.

Todos estes componentes em conjunto com os radiadores igualmente desenvolvidos na WP, os depósitos de 7 litros de combustível, a caixa de filtro de ar que não necessita da utilização de ferramentas os aros de rodas da DID e os cubos maquinados asseguram que os modelos de 2017 da Husqvarna sejam dos mais avançados no mercado.

Os novos modelos da Husqvarna começarão a chegar ao mercado a partir de Junho podendo os preços e disponibilidade dos mesmos ser obtida directamente através dos concessionários ou do importador da marca.

O que é novo em 2017

– TC 250 a dois-tempos totalmente nova

– Novas forquilhas WP ERA 48mm

– T de suspensão superior triplo com três furos e maquinado

– Apoio de guiador

– Controle de tracção nos motores a 4-tempos

– Botão de gestão de mapas nos motores 4-tempos

– Novas combinações cromáticas e grafismos

– Pneus Dunlop MX-3S

– Pneu traseiro na FC 250 (110 ao invés de 100)

– Apoios da cabeça do cilindro nos modelos a 4-tempos em alumínio ao invés de aço

– Pedal de travão 10mm mais longo

– Pastilhas de travão traseiro com novo composto

– Carburador Mikuni TMX 38mm na TC 125 ao invés do Keihin

*quando não indicado um modelo as novidades são válidas para toda a gama

21191_FC-250-2017-Action

Texto: Rui Belmonte

 

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MOTO+
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x