Capacete Touratech Aventuro Mod

Por a 22 Julho 2016 11:35

 

O meu contacto com capacetes modulares deu-se no início da década passada, mais concretamente em 2001 quando comprei um capacete de uma marca de origem europeia com alguma tradição no mundo motociclistico. Na altura confesso o meu entusiasmo em todas as potencialidades que o capacete modular oferecia embora estas tenham sido goradas muito rapidamente já que tinha lacunas com as quais eu dificilmente conseguia viver. Talvez por isso mesmo acabou votado ao esquecimento passado algumas semanas e uns milhares de quilómetros.

Desde sempre fui um utilizador de moto com preferência por capacetes abertos para utilização mais urbana e capacete integral para viagens ou percursos de maior distância, mas tendo que optar por um só, a escolha recai sempre sobre o capacete aberto pela liberdade de sensações que permite e pelo maior contacto com tudo o que nos rodeia.

FxkMmy-8

Os capacetes modulares prometem ser o melhor dos dois mundos, ou talvez um mal necessário para quem pretende um capacete único que funcione menos mal quer em cidade quer em percursos de maior distância. Resta saber o que mudou nesta última década e meia e de que forma a Touratech revê no Aventuro Mod esta evolução.

Obviamente não vamos fazer uma comparação directa entre um capacete modular do início da década passada com um acabado de sair das pranchas de desenvolvimento e projeto de produtos de uma das mais conceituadas marcas neste tipo de equipamentos – Schuberth / Touratech. Em especial porque o modelo que de hoje falamos é muito mais do que um simples capacete modular. O Touratech Aventuro Mod propõe-se fazer uma ponte entre o capacete modular e o capacete de “Off Road” ou “Dual Sport Helmet” como o fabricante refere.

FxkMmy-3

O capacete

O que a Touratech faz com o Aventuro Mod é criar uma fusão entre o capacete modular convencional e um Dual Sport com pala semelhante aos capacetes de “Off Road”. Consegue assim associar a versatilidade de utilização do capacete modular com a especificidade técnica do capacete de fora de estrada com a sua pala amovível que permite não só o bloqueio do sol como também a proteção de ramos de árvores mais baixas e arbustos ou mesmo pedras que saltam das rodas traseiras de outras motos. Mas se isto, por si só, já é digno de registo e louvor, eu diria que a “pièce de résistance” é sem duvida a forma como o mecanismo de proteção do queixo abre e puxa para trás a pala mantendo-a numa posição que não provoca resistência ao vento. Quando se volta a fechar a proteção do queixo transformando o capacete de novo num capacete integral, a pala volta à posição em que estava antes uma vez o mecanismo memoriza a posição de inicio. A pala é obviamente ajustável em diversas posições para maior conforto do motociclista. Engenhoso e tão simples, contudo tao bem pensado.

As suas características turísticas estão garantidas com a hipótese de utilização de película Pin Lock na viseira, viseira escura interna integrada acionada por um mecanismo simples do lado da calote e hipótese de colocação de um sistema de comunicação integrado.

Já a sua vertente mais “off road” está assegurada pela enorme ventilação que consegue proporcionar em especial com as portas frontais junto da boca que têm um filtro de ar que pode ser limpo e substituído, bem como uma espécie de fivela na parte de trás da calote para encaixe da fita dos óculos de fora de estrada.

_MG_8868

Sendo técnica e esteticamente soberbo e apresentando uma qualidade de construção irrepreensível, resta saber como se comporta no mundo real.

A utilização

Imagine-se chega a casa no final de uma noite extenuante e deitar a cabeça na melhor almofada que alguma vez experimentou sentindo um agradável afundar da cabeça nas confortáveis penas de ganso. Pois quando coloca o Touratech Aventuro Mod é esta a sensação que tem, como se metesse a cabeça dentro de um novelo de algodão doce tal o nível de conforto que os interiores proporcionam. Obviamente não só a escolha dos interiores proporciona este conforto, mas toda uma atenção no desenho dos forros, do fecho Micro Métrico cuja fivela está protegida para não estar em contacto com a pele na zona do pescoço, a proteção do queixo e toda uma série de pequenos detalhes que no global elevam este capacete a um nível de conforto quase virtuoso.

Em andamento, depressa nos apercebemos da capacidade de isolar ruídos parasitas, apresentando níveis de ruído muito baixos em valores absolutos e não apenas em comparação com capacetes modulares, o que contribui para um conforto de utilização assinalável. O fluxo de ar é perfeitamente desviado da zona frontal do capacete, e o ajuste do capacete na cabeça proporciona uma quase total ausência de ruídos.

Operar qualquer uma das funções do capacete é outra experiência muito facilitada dado que tudo funciona de uma forma intuitiva e extremamente pratica. A abertura da proteção do queixo é feita com apenas uma mão através do acionamento de um interruptor/mola na zona central junto ao queixo, que obedece a pressão dos dedos à primeira não sendo necessário nem força nem grande engenho. Apenas funciona como é suposto funcionar.

FxkMmy-14

Acionar a viseira interior é intuitivo, a viseira principal tem duas protuberâncias, uma de cada lado, para poder ser levantada quer por canhotos quer destros, as entradas de ar são accionadas por interruptores de dimensões adequadas para quem usa luvas, o que nem sempre acontece, e tudo isso se faz sentir e é extremamente importante quando estamos a andar de moto. Consegue-se perceber desde o primeiro momento que houve um trabalho rigorosíssimo na pesquisa e desenvolvimento do projecto no sentido de fazer um capacete com um nível de qualidade e funcionalidade exemplar. Faz-nos sentir em casa desde o primeiro momento que o colocamos na cabeça.

Em suma, estamos a falar de um capacete extremamente confortável, com níveis de atenção ao detalhe de qualidade de construção e de funcionalidade exímio, e que proporciona uma versatilidade de utilização exemplar. Na cidade consegue-se circular a velocidades legais na sua configuração aberto sem grande efeito de arrasto provocado pela superfície vélica da queixeira aberta, e quando nos afastamos do ambiente urbano facilmente passamos para a configuração fechada, tendo aí um capacete integral capaz de competir e mesmo superar alguns dos melhores integrais do mercado. Por toda esta versatilidade e qualidade de construção bem como conforto proporcionado, merece de facto a sua atenção se pretende trocar de capacete em breve. O preço começa nos 669,00€ para as cores lisas e nos 769,00€ para os multicolores. Disponível em 7 cores à sua escolha.

_MG_9213_B

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MOTO+
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png