MotoGP: Mir fora do G.P. da Áustria

Por a 8 Agosto 2019 14:30

O piloto da Suzuki Ecstar sofreu um acidente a alta velocidade na última segunda-feira, enquanto testava na sessão oficial da IRTA em Brno.

O jovem espanhol foi assistido na pista antes de ser transportado para o centro médico do circuito, onde lhe diagnosticaram uma contusão pulmonar que exigiu evacuação de helicóptero para o Hospital de Brno. Mir foi submetido a mais exames pelos médicos, que confirmaram o diagnóstico inicial e foi mantido no hospital sob observação antes de ter alta.

Dada a sua condição atual, a Suzuki Ecstar decidiu não se arriscar, preferindo dar ao piloto tempo para descanso e recuperação, em vez de tentar participar do G.P. da Áustria.

Apesar de não sofrer ferimentos graves, os pulmões de  Mir ainda estão inflamados, e precisam de um descanso adequado para recuperar. No regresso a Espanha, o piloto irá para a Clínica Dexeus em Barcelona, ​​onde fará mais exames; antes de regressar a casa em Andorra para ter o tempo necessário para descansar e sarar, tentando estar totalmente apto para Silverstone.

A equipa Suzuki Ecstar irá, por isso, correr com Alex Rins como o único piloto no G.P. da Áustria.

Davide Brivio, Team Manager, comentou:

“É uma pena que Joan não possa participar na Áustria, mas o mais importante é que ele recupere da maneira correta. A sua condição está ficando melhor e melhor e felizmente não há nada mais sério, ele só precisa de tempo para se recuperar após o acidente. (…) Desejamos-lhe tudo de bom e estaremos esperando por ele. ”

Joan Mir explicou:

“É uma pena perder esta corrida após o incidente no Teste de Brno. Foi um grande acidente e eu fui transferido para o hospital para mais exames, porque rolei pela gravilha muitas vezes e sofri muitos golpes.

“No começo nem conseguia respirar por causa da contusão pulmonar, mas passo a passo melhorei e agora sinto-me melhor. O próximo passo é ir ao Hospital Dexeus, onde serei submetido a mais exames médicos para ter certeza de que está tudo bem, depois vou voltar para casa para recuperar. É uma grande pena porque eu estava-me a sentir muito bem com a moto e estávamos a ter um teste fantástico. Agora eu tenho que pensar no dia a dia, tentar recuperar, e pretendo estar a 100% para Silverstone.

Quero manter o meu ritmo com a moto e continuar a crescer na classe de MotoGP. Devo agradecer a todas as pessoas que cuidaram de mim (…) e também a todos os fãs que enviaram muitas mensagens positivas e de apoio. ”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x