MotoGP: Shinichi Sahara admite que “carga de trabalho” foi demasiada

Por a 17 Dezembro 2021 18:08

A Suzuki teve um ano de 2021 em que não conseguiu manter o título que Joan Mir alcançou em 2020, também condicionada pela saída de Davide Brivio para a Fórmula 1. O diretor da equipa, Shinichi Sahara, referiu isso mesmo, destacando a carga de trabalho mais alta a que foi sujeito.

“Depois de uma época longa e exigente, diria que o ano – mesmo que não tenhamos atingido os resultados que queríamos – foi 60 ou 70% do que eu esperava”, admitiu.

“2021 foi diferente para todos nós, tínhamos ganho o título e o Davide Brivio saiu, por isso todos tivemos de fazer mais. Estava a gerir as coisas como diretor a partir da fábrica no Japão, mas em 2021 tive um novo cargo como team manager e líder do projeto. Esta carga de trabalho, combinada com o facto de ser o líder do grupo para o departamento de desenvolvimento no Japão, foi demasiada”, confessou.

0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
antigo
recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
6 meses atrás

3commuted

Ensaios
últimas Motosport
Motomais
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x