MotoGP: os resultados de Valentino Rossi à chuva em 2016

Por a 21 Agosto 2016 17:23

O segundo lugar de Valentino Rossi no Grande Prémio da República Checa foi encarado como se de uma vitória se tratasse pelo piloto italiano, que não subiu ao pódio desde o triunfo no Grande Prémio da Catalunha… há precisamente  quatro corridas! Assen, Sachsenring, Red Bull Ring e Brno foram todas, à sua maneira, provas difíceis para a lenda italiana, com Rossi a claudicar na chuva do GP da Holanda e a errar na estratégia no GP da Alemanha, quando parou à 23ª volta, e saiu do pitlane com pneus intermédios em vez de slicks, acabando por cair para o oitavo lugar.

Na Áustria, não teve andamento para superar as Ducati e o colega de equipa Jorge Lorenzo, enquanto agora na República Checa admitiu que, ao início, pensou ter cometido um grande erro estratégico. Felizmente, a pista secou e Rossi voltou às grandes exibições, recuperando de 12º, lugar para onde caiu no início da prova, para 2º.

Na contabilização das provas à chuva, onde brilhou, à excepção de San Marino, no ataque ao título de 2015, Rossi leva para já uma desistência, um oitavo posto e um segundo lugar, estando aqui parte da explicação para os 53 pontos que neste momento o separam de Marc Marquez na liderança pelo campeonato. O motor partido em Mugello foi também determinante, numa época atípica para Valentino, que conta já com três desistências este ano.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png