MotoGP, Miguel Oliveira (6.º): “Se nos tivéssemos qualificado melhor…”

Por a 7 Agosto 2022 17:32

Miguel Oliveira realizou hoje uma das suas melhores corridas da época, terminando o Grande Prémio da Grã-Bretanha em sexto, a apenas 2.7 segundos de Francesco Bagnaia, vencedor da prova. No final, o português estava satisfeito, mas não deixou de dizer que, se a qualificação tivesse sido melhor, o resultado também podia ter sido superior.

“Foi uma corrida em que terminámos bastante próximos, a 2.7 segundos do primeiro classificado. Foi uma corrida que deixou a sensação que, se nos tivéssemos qualificado melhor, talvez conseguíssemos disputar posições mais importantes. Mas trabalhámos bem durante todo o fim de semana, obviamente que a qualificação continua a ser o ponto fulcral do fim de semana, e ainda não temos ideia de como tornar a mota mais rápida na qualificação. Por sorte, no warm up, conseguimos experimentar o pneu duro traseiro, que eu acho que teve um papel bastante importante para as últimas cinco voltas. Tive de controlar o desgaste, mas, no final, tive condições para fazer ultrapassagens, que soube bem”, disse, em declarações à Sport TV.

“Se não ultrapasso nas duas primeiras voltas, tenho quase sempre de esperar que a mota esteja um pouco mais leve e que tenha um pouco menos de gasolina para poder disputar ultrapassagens a travar. Tínhamos demasiada pressão no pneu dianteiro, bastante temperatura, e tive de ser bastante paciente nas primeiras voltas, tentar não deixar escapar o grupo, mas também tentar não fazer nada de arriscado, e conseguir, até ao final, ter bom ritmo. Foi uma estratégia que deu os seus frutos, mas gostaria de a ter feito umas quatro posições mais à frente e aí talvez pudesse ter disputado o pódio. Mas saímos do fim de semana bastante contentes, sobretudo pela distância da vitória, 2.7 segundos é sempre uma distância que nos motiva, sobretudo antes do Grande Prémio de casa, e vamos motivados para melhorar este sexto lugar”, referiu.

“As alterações na suspensão não chegámos a usar, queríamos apenas alguma ideia para 2023. Os escapes não estão a dar muito mais velocidade de ponta, mas esse não era o grande objetivo, era apenas ter uma conexão com o pneu traseiro e com o motor mais suave. Tudo conta, e, apesar de a nossa qualificação ter sido bastante competitiva a nível de tempos, a posição não reflete, e, estando a meio da grelha, tudo pode acontecer na saída. Mas sinto que hoje tivemos opções para disputar boas posições e terminar em sexto deixa-nos motivados”, garantiu.

“Na Áustria, podemos esperar entrega total, da minha parte e da equipa. Mais do que isso, não podemos fazer prognósticos de resultados, a nossa ambição é fazer um bom resultado. Vamos ter um traçado ligeiramente adaptado, com uma chicane entre a curva 1 e a 3, isso vai requerer um pouco mais de adaptação, mas estamos confiantes que pode ser um grande fim de semana para nós”, concluiu.

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x