MotoGP: Márquez controla as Ducati, Oliveira com arranque duro

Por a 31 Maio 2019 10:04

Miguel Oliveira já completou as suas primeiras voltas, no caso 17, como piloto de MotoGP no circuito de Mugello, casa onde o piloto luso já foi muito feliz no passado ao obter triunfos tanto em Moto2 como Moto3.

Nesta primeira sessão de treinos livres do Grande Prémio de Itália, onde o sol brilhou, Oliveira quedou-se pelo 23º posto tendo rodado em 1m49.870s. Um treino difícil para o luso, que ficou atrás do colega de equipa Hafizh Syahrin, algo que não tem sido nada habitual no decurso da época. 13 milésimos separaram os dois pilotos da KTM Tech 3. As duas motos da equipa de Hervé Poncharal demonstraram que terão trabalho pela frente para aproximarem-se dos rivais.

Já entre os pilotos da equipa oficial, Pol Espargaró voltou a destacar-se no oitavo lugar, enquanto Johann Zarco teve mais um arranque de agonia num fim de semana de competição. O gaulês foi apenas o 20º, tendo apenas atrás de si Tito Rabat e os pilotos da KTM Tech 3.

Quanto ao topo da tabela ficou para o campeão do mundo e líder do campeonato Marc Márquez. O espanhol disse presente no primeiro apronto na casa da rival Ducati, que ficou com as duas posições imediatamente a seguir da classificação geral. Márquez rodou em 1m47.558s e bateu por 0.193s Danilo Petrucci, piloto que por tradição anda sempre muito bem em Mugello. Seguiu-se o ‘wildcard’ Michele Pirro, numa sessão onde este estreou uma nova solução aerodinâmica na roda traseira, “espécie de roda lenticular”, da sua Desmosedici GP19.

Andrea Dovizioso foi apenas 10º, enquanto Fabio Quartararo, melhor piloto Yamaha e estreante em pista, e Aleix Espargaró completaram o top cinco. Aos comandos da Aprilia RS-GP, que corre igualmente em casa, Espargaró surpreendeu ao apresentar uma nova carenagem e durante o treino não evitou igualmente problemas técnicos.

No campo das desilusões temos de colocar as Yamaha e Suzuki oficiais, que ficaram fora dos 10 primeiros e a mais de meio segundo de Marc Márquez. No mesmo lote está Jorge Lorenzo que foi somente 18º, praticamente a um segundo de Marc Márquez. Um mundo continua a separar os dois pilotos da Honda. De referir ainda o muito equilíbrio vivido em pista, pois 18 pilotos dos 23 pilotos em pista ficaram separados por menos de um segundo.

Classificação:

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png