MotoGP: Jorge Lorenzo avisa Viñales e Dovizioso acerca da Aprilia

Por a 15 Julho 2021 15:30

Jorge Lorenzo reapareceu num circuito com uma moto e vestido de piloto, mas foi só para se divertir

“A Aprilia não queria investir em ter um campeão como eu”

Jorge Lorenzo

Foi na pista de Misano com uma Yamaha R1 e com o piloto de testes da Ducati Pirro a acompanhá-lo numa Panigale, além de outros como Dario Marchetti, chefe da escola de competição da Ducati.

Belas máquinas de motores de combustão para celebrar a abertura da primeira loja dedicada à mobilidade urbana elétrica da marca Soco.

Mas para os entusiastas de Grande Prémio, o principal foram as declarações do penta-campeão mundial que recordou um episódio da Aprilia…

Jorge Lorenzo vestiu um fato de cabedal, mas tranquiliza-nos que foi porque as circunstâncias o exigiam, pois ele é agora um homem diferente do Por Fuera do mundo anterior, como explicou:

“Quando, após tantos anos dedicados ao meu desporto, experimentei uma vida relaxada e sem stress, é difícil voltar aos sacrifícios e riscos que costumava fazer. Essa etapa acabou, agora estou a desfrutar da vida, a única que temos

Depois Jorge Lorenzo falou da Aprilia, a marca que hoje alinha com a RS-GP, que só Aleix Espargaró consegue realmente explorar.

O antigo piloto da Yamaha, Ducati e Honda recordou que o fabricante de Noale estava interessado nele para 2021, mas que o acordo não se concretizou:

“Tive contactos com Rivola, que é meu amigo desde que trabalhou na Fórmula 1 com a Ferrari. Eles queriam-me como piloto. Na minha mente eu queria ser um piloto de teste. Falámos sobre isso com a Aprilia, mas eles não quiseram investir tanto para ter um campeão como eu como piloto de teste. Por isso, não chegámos a acordo.”

A razão do fracasso de Jorge em se juntar à Aprilia como piloto de ensaio foi, portanto, um problema financeiro. O fabricante de Noale tentou até contratá-lo como piloto regular, mas sem sucesso. Isto é motivo de reflexão para Dovizioso, que está atualmente a fazer uma série de testes na RS-GP, o próximo dos quais é no final de Julho em Aragón, antes de mais dois em Misano.

Mas é também informação útil para Viñales, que procura agora um novo projeto para 2022, uma vez que decidiu deixar a Yamaha no final deste ano.

3 2 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x