MotoGP, Aragão: O que motivou o incidente entre Quartararo e Marquez… houve culpados?

Por a 21 Setembro 2022 00:34

A colisão entre Fabio Quartararo e Marc Marquez foi um incidente de corrida, disso não temos dúvida, mas houve um erro, e esse – há que ser dito – pertenceu ao piloto de Cervera, que de pronto o assumiu, fazendo depois um pedido desculpas a Quartararo e Takaaki Nakagami.

Fabio Quartararo teve um bom começo a partir de P6 na grelha e ficou em sétimo lugar após a primeira curva. Mas o drama desdobrou-se logo depois, na Curva 3, quando Marquez perdeu o controlo da traseira da sua moto e o francês  da Yamaha embateu a alta velocidade na traseira da Honda. Apesar do violento impacto no meio do grupo, quase por milagre Quartararo que seguia em grupo, não foi tocado por nenhum piloto, mas foi atingido pela sua própria moto quando caiu no alcatrão, deixando-o com escoriações no peito.

Fabio Quartararo: “Vou tentar dormir de costas nos próximos dias”

“Não tenho ferimentos graves. Tenho escoriações no meu peito e, além disso, estou bastante desiludido”, comentou no domingo o piloto da Yamaha. “Senti que tínhamos o ritmo para lutar por um grande resultado, mas infelizmente bati na primeira volta. Alguns pilotos perderam a traseira, enquanto outros cortaram um pouco a linha, mas eu bati no Marc pelas costas. Vou tentar dormir de costas nos próximos dias, mas com certeza estarei a correr no Japão!”

Massimo Meregalli, diretor de equipa Yamaha Monster Energy, também não ganhou para o susto com o seu piloto. “Ficamos todos aliviados por saber que o Fabio estava relativamente bem. É uma verdadeira pena que a sua corrida tenha acabado desta forma, conhecendo o potencial que tínhamos. A nossa principal prioridade é sempre a segurança e o bem-estar dos nossos pilotos. Foi um fim-de-semana para esquecer e estamos ansiosos pelo Japão.”

Marc Marquez: “Os instintos tomaram conta de mim”

Marc Marquez largou como um relâmpago no GP de Aragão, saltando com a Honda da 13ª na grelha para a sexta posição. Porém, a sua corrida não iria, infelizmente, muito mais longe, uma vez que ao perder a traseira na Curva 3 causou o contacto com Fabio Quartararo. Para piorar ainda mais as coisas, uma peça da M1 de Quartararo alojou-se na extremidade traseira da moto de Marc Marquez, o que causou um problema mecânico subsequente e o contacto com Takaaki Nakagami da LCR Honda. Como resultado, o #93 de Cervera foi para as boxes no final da primeira volta, terminando a sua corrida.

O pedido de desculpas

“Comecei muito bem a corrida e dei por mim a lutar pelos cinco primeiros, os instintos tomaram conta de mim quando as luzes se apagaram. Mas depois, na Curva 3, perdi um pouco a traseira, por isso fechei o acelerador e o problema foi que o Fabio estava super perto de mim. Isto é normal, é uma corrida para estar perto nas primeiras voltas e para tentar uma mudança de direcção, tive apenas o azar de ter este contacto com o Fabio. Depois tudo começou, na Curva 5 senti algo estranho, e não sabia bem o que se passava. Na Curva 7 o Nakagami ultrapassou-me e foi-se embora, mas quando fui engatar o dispositivo traseiro, senti que a traseira estava a bloquear. Depois tudo aconteceu de imediato, quando a moto se movia para a esquerda com este bloqueio e dei por mim a tocar no Taka. Depois disto, retirei-me. Fui pedir desculpa ao Taka e à sua equipa porque a sua corrida tinha terminado devido à situação que tínhamos. As minhas desculpas a ele e ao Fabio”.

Deveria ter havido uma penalização para Marc Marquez? Possivelmente, porque colocou em risco outros pilotos quando rodava em grupo, e todos sabemos o que acontece nestes casos na Moto3: duras penalizações para os infractores, aqueles que reduzem a velocidade travando propositadamente as voltas rápidas de outros! Neste caso, foi um incidente de corrida, mas parece ter havido dois pesos e duas medidas.

1 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x