MotoGP, 2021: Davide Brivio e a Suzuki Ecstar separam-se

Por a 7 Janeiro 2021 11:00

Depois de oito anos ao leme da Suzuki Ecstar no papel de Team Manager, Davide Brivio e Suzuki anunciaram o fim da sua colaboração. Brivio torna-se agora o CEO da Alpine F1 Team, ex-Renault

“Sinto muita motivação para este novo desafio, que foi a chave quando tive de decidir!” – Davide Brivio

O italiano está presente no Paddock do Mundial de MotoGP há mais de 20 anos e está envolvido com a Suzuki desde 2013. Ocupou o cargo de Team Manager quando a Suzuki iniciou o seu novo projeto de MotoGP, e manteve-se ao longo da sua ascensão ao sucesso, que foi este ano marcado pela coroa do Campeonato do Mundo alcançada por Joan Mir, e pelo título de campeões de equipas da Suzuki Ecstar.

Brivio está satisfeito com os marcos alcançados com a Suzuki, mas agora deseja perseguir novos desafios na sua vida profissional e pessoal, longe do MotoGP, ascendendo à Formula 1 automóvel.

Davide Brivio:

“Um novo desafio profissional e oportunidade surgiu-me subitamente e no final decidi aproveitar. Foi uma decisão difícil. A parte mais difícil será deixar este fabuloso grupo de pessoas, com quem iniciei este projeto quando a Suzuki regressou ao Campeonato. E é difícil dizer adeus também a todas as pessoas que chegaram ao longo dos anos para criar esta grande equipa. Sinto-me triste deste ponto de vista, mas, ao mesmo tempo, sinto muita motivação para este novo desafio, que foi a chave quando tive de decidir entre renovar o meu contrato com a Suzuki ou iniciar uma experiência completamente nova.”

“Conseguir um título de MotoGP é algo que ficará nos livros de história da Suzuki e terá sempre um lugar especial nas memórias da minha vida. Gostaria de agradecer profundamente a toda a administração Suzuki a sua confiança e confiança em mim, que tiveram desde o início. Gostaria de agradecer a todos os membros do nosso grupo de MotoGP no Japão e na pista, toda a rede Suzuki, e, claro, a todos os pilotos que passaram pela Equipa neste período, especialmente ao Joan e ao Alex, que fizeram uma grande temporada de 2020.”

“Joan sagrou-se Campeão do Mundo, que foi um sonho tornado realidade para mim e para todas as pessoas que trabalharam arduamente e me acompanharam nesta magnífica viagem. Desejo o melhor à equipa Suzuki MotoGP, espero que os resultados no futuro sejam melhores e melhores e serei sempre um fã da Suzuki. Muito obrigado Suzuki!”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x