MotoGP, 2021, Alemanha: SachsenKing – Marquez ataca de novo!

Por a 20 Junho 2021 23:08

Pela 11ª vez consecutiva na sua carreira, Marc Marquez foi o rei do espectáculo no Sachsenring, voltando ao degrau mais alto do pódio 581 dias após a sua última vitória.

Quando o semáforo se apagou para o início do Grande Prémio da Alemanha, o 10 vezes vencedor do Sachsenring avançou para o segundo lugar na segunda curva. No final da primeira volta, Marc Marquez já tinha superado o piloto da Aprilia Aleix Espargaro e tomado a posição de líder. 

A um ritmo consistente, o oito vezes Campeão do Mundo aumentou constantemente a sua vantagem, e na altura em que caíram algumas gotas de chuva, foi a altura escolhida para Marquez querer dilatar a sua vantagem.  Depois, à medida que a corrida atravessava meia distância, Miguel Oliveira emergiu como o rival mais próximo de Márquez. 

Uma pressão intensa e uma forte prova de Oliveira faria Márquez não descansar um segundo até ao final da corrida, para um triunfo 336 dias após a sua lesão no Grande Prémio de Espanha de 2020, Marc Márquez foi mais uma vez um vencedor da corrida. 

Com o seu 96º pódio na categoria rainha e a sua 57ª vitória na classe, Márquez avança à frente de Doohan para a maioria dos pódios da categoria rainha – o quarto melhor de sempre! E assim, o piloto de Cervera continua a fazer história!

Marc Marquez (Honda), Vencedor:

“Este foi um dos momentos mais importantes, e mais difíceis, da minha carreira. Hoje eu sabia que havia uma grande oportunidade para fazer algo. Quando atravessei a linha de chegada, apenas gostei, mas depois de estar no paddock com toda a minha equipa, emocionada, isso ajuda muito depois de uma situação tão difícil como a que passei.” 

“É impossível voltar sozinho, precisamos de pessoas, precisamos de uma boa equipa, uma boa equipa de médicos, uma fisioterapia. Todos na Honda ajudaram-me muito. Alberto Puig, Emilio Alzamora, a minha família, todos me ajudaram muito nesta fase tão díficil.” 

“Agora é altura de aproveitar este fim-de-semana, estávamos à procura de uma estação de serviço mas agora encontrámos uma e o depósito de combustível está novamente cheio. Este resultado é uma motivação extra para mim, para a Honda, para os engenheiros, para a equipa e vamos ver o que o futuro nos traz.” 

“Quando vi algumas gotas de chuva na volta quatro de cinco, disse para mim; é agora. Comecei a puxar forte nessa altura e depois, quando começou a chover mais forte, acelerei ainda mais e depois começou a segunda corrida com o Oliveira. Ele estava fortíssimo e foi muito rápido, foi difícil manter-me concentrado porque todas as memórias, tudo o que vivi no último ano, vieram-me à cabeça. Procurei esquecer tudo e conseguimos vencer. Vamos fazê-lo de novo”.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x