Moto3: Enea Bastianini vice-campeão do Mundo, Joan Mir melhor estreante

Por a 13 Novembro 2016 11:20

Estão fechadas as contas no Mundial de Moto3. Com Brad Binder campeão do Mundo desde o GP de Aragão, a dúvida em Valência recaiu sobre quem seria o piloto que ficaria no segundo posto do campeonato. Ao terminar em quarto a corrida no circuito Ricardo Tormo, Enea Bastianini garantiu o segundo lugar a uns distantes 142 pontos de Brad Binder, o que demonstra bem a superioridade evidenciada pelo piloto sul-africano ao longo do ano.

Para Enea Bastianini esta foi a sua melhor classificação em Moto3 nesta que foi a sua terceira época na categoria mais baixa do Mundial. Jorge Navarro aproveitou o abandono de Francesco Bagnaia, devido a queda, para subir ao terceiro lugar do campeonato. Uma posição honrosa para o piloto espanhol, que teve uma época marcada por muitos altos e baixos. Já Francesco Bagnaia foi o grande derrotado do GP da Comunidade Valenciana. O piloto italiano, que no próximo ano vai subir ao Moto2,  partiu para a derradeira prova da época com esperanças ainda de ser vice-campeão do Mundo, mas o segundo abandono nas últimas três corridas comprometeu este objetivo e com a agravante de ainda ter caído para a quarta posição.

No quinto posto ficou Joan Mir, que assim garantiu o sempre importante título de melhor piloto estreante. Um bom cartão de visita para o piloto espanhol, que em 2017 será um dos nomes a reter em Moto3. Seguiu-se Fabio di Giannantonio, que foi o segundo melhor ‘rookie’ e outra das revelações da época. Nicolò Bulega foi o sétimo e perdeu em Valência a liderança entre os estreantes. O facto de não ter somado qualquer ponto nos últimos três Grandes Prémios foi fatal para Bulega.

moto3

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x