Moto3, 2021, Doha: Acosta vence do Pitlane

Por a 6 Abril 2021 11:00

O rookie torna-se o primeiro piloto a vencer uma corrida de Moto3 saído do Pitlane, batendo Binder por 0,039s num feito escandaloso

“Encontrar as palavras para descrever o que aconteceu no Grande Prémio de Moto3 de Doha é difícil.”

Com toda a emoção da corrida de MotoGP, onde um rookie quase ganhou e duas motos satélite partilharam o pódio com o segundo vencedor de 2021, seria fácil esquecer o brilho da corrida de Moto3, aonde um feito muito especial entrou também para a história da MotoGP.

Encontrar as palavras para descrever o que aconteceu no Grande Prémio de Moto3 de Doha é difícil. Muito difícil. Foi uma batalha incrível, de fio a pavio mas, com razão, foi o estreante maravilha Pedro Acosta da KTM Red Bull Ajo que monopolizou as atenções.

O jovem de 16 anos tornou-se o primeiro piloto de Moto3 a partir do Pitlane e mesmo assim ganhar! Uma corrida verdadeiramente surpreendente do jovem espanhol deixa todos sem palavras, já que o número 37 bateu Darryn Binder (Petronas Sprinta Racing) por 0,039s, com Niccolò Antonelli (Avintia Esponsorama) a completar o pódio.

Quando faltavam 10 voltas para terminar a corrida em Doha, 1,5 segundos separavam os 18 primeiros. Escandaloso.

Um pouco depois, Alcoba e McPhee colidiram e pouco depois, na Curva 6, Tatay e Adrian Fernández também ficaram de fora.

No rescaldo, Masia liderava sobre Migno e Binder, e Acosta encontrou-se de repente dentro dos cinco primeiros. A diferença entre o quinteto principal de Rodrigo, Masia, Binder, Acosta e Migno, era de mais de meio segundo para Antonelli, mas na última volta, Acosta tinha aberto caminho para a frente.

O rookie sensação tomou a iniciativa e começou a afastar-se do segundo lugar de Binder, com Masia em quarto. Acosta estava a fazer a volta mais rápida da corrida com Binder o único capaz de ficar com o miúdo maravilha na última volta, e Masia a entrar em contacto com Rodrigo na Curva 10.

No entanto, agora era tudo entre Acosta e Binder. Uma última volta absolutamente perfeita do espanhol levou a corrida até à linha.

Binder estava em contacto e teve a oportunidade de arrebatar os 25 pontos, mas Acosta segurou a vantagem por apenas 0,039s para reclamar a sua primeira vitória em Moto3.

Mais uma exibição de tirar o fôlego em Moto3. O percurso de Acosta será recordado durante algum tempo e o estreante lidera agora o Campeonato depois de um 2º e 1º a iniciar a sua carreira de Grande Prémio. É extraordinário.

Algo assim não acontece com muita frequência e torna-o instantaneamente dos melhores pilotos da história do Grande Prémio.

Do Pitlane para 1º… façam uma vénia a Pedro Acosta, à espera do Grande Prémio de Portugal.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x