MotoGP, 2021, Doha: O top 15 mais próximo de sempre

Por a 6 Abril 2021 11:59

Com 8,928 segundos a separar os primeiros 15 no final da corrida assistimos ao desenrolar de história no deserto e o Grande Prémio Tissot de Doha tornou-se num clássico instantâneo

O Circuito Internacional de Losail tem o hábito de criar finais próximos, mas desta vez foi numa escala diferente

Num duelo de MotoGP de tirar o fôlego ganho por Fabio Quartararo da Yamaha Monster Energy, o Grande Prémio Tissot de Doha produziu o top 15 mais próximo da história.

8,928 segundos. Foi essa a margem entre Quartararo e Miguel Oliveira da KTM Red Bull Factory Racing, numa corrida feroz sob os holofotes, um intervalo que facilmente bate o anterior recorde de 15,093 segundos, também no Circuito Internacional de Losail.

42 minutos de corrida para ver os marcadores de pontos a passar em menos de nove segundos é genuinamente ridículo, mostrando mais uma vez o quão incrível é o nível de Grande Prémio de MotoGP em 2021.

Para torná-lo ainda mais especial, todos os fabricantes estavam dentro do top 15 e para ser ainda mais específico, 6,063 segundos foi a diferença entre Yamaha, Ducati, Suzuki, KTM, Aprilia e Honda em Doha.

Todos os seis fabricantes construíram máquinas muito competitivas para os melhores pilotos do mundo se desafiarem uns aos outros, criando um espetáculo ainda maior do que tínhamos antes.

Nos dois Grandes Prémios iniciais deste ano, fomos deliciados com o primeiro e quinto top 15 mais próximos da história.

A diferença entre o vencedor do GP do Qatar, Maverick Viñales (Yamaha Monster Energy) e Jorge Martin (Pramac Racing) foi de 16,422 segundos, pouco menos do que o GP da Holanda de 2018 ganho por Marc Márquez (Honda Repsol Team).

Atuais cinco top 15 mais próximos da história:

1. Grande Prémio de Doha de 2021 (8,928 segundos)

2. Grande Prémio do Qatar de 2019 (15,093s)

3. Grande Prémio de Aragón de 2020 (15,941s)

4. Grande Prémio da Holanda de 2018 (16,043s)

5. Grande Prémio do Qatar de 2021 (16,422s)

É seguro dizer que o MotoGP regressou com um tremendo estrondo em 2021, e por muito tempo que continuemos a assistir a algumas das corridas mais próximas do planeta, não o vamos esquecer.

O futuro é brilhante para o nosso desporto, venha Portugal!

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x