Moto2, 2020, Valência: Thomas Lüthi celebra 300 Grandes Prémios

Por a 13 Novembro 2020 16:00

O suíço Tom Lüthi das Moto2, enfrenta um recorde muito especial em Valência, um verdadeiro marco de carreira que poucos pilotos alcançam

O às da Liqui Moly Intact, Tom Lüthi, vai disputar o seu 300º Grande Prémio em Valência este domingo. O piloto de 34 anos, natural de Oberdiessbach, no cantão de Berna, pode assim terminar a temporada com um sorriso de orgulho apesar de dificuldades recentes como a queda abaixo, provocada por Gardner.

O campeão do mundo de 125cc de 2005 em Honda sobe assim a um círculo extremamente restrito na história dos GP.

Apenas os italianos Loris Capirossi, Andrea Dovizioso e Valentino Rossi já competiram em mais de 300 corridas até agora no Mundial de MotoGP.

Rossi tem claramente o recorde mais bem sucedido destes pilotos, com 115 vitórias e nove títulos do Campeão do Mundo.

Filho de um agricultor, Lüthi, sempre humilde e afável, conquistou um total de 17 vitórias em GP na sua carreira. Com doze triunfos, o suíço tem sido um dos pilotos mais bem sucedidos na categoria de Moto2 desde que a classe foi lançada em 2010.

Em 2016 e 2017, Lüthi terminou a temporada na categoria intermédia como vice-campeão do mundo. Seguiu-se uma viagem ao Mundial de MotoGP que terminou para Lüthi em 2018 com a Marc VDS Honda sem um único ponto no Campeonato do Mundo.

O popular piloto de Berna causou um ressurgir do interesse nas motos na Suíça com o seu sucesso e é um dos mais bem sucedidos pilotos de GP da Confederação Suíça.

Antes dele, Luigi Taveri ganhou três, e Stefan Dörflinger quatro títulos mundiais.

Depois da temporada de 2020, o atual nono no Campeonato do Mundo vai mudar de equipa, competir na formação espanhola da SAG e continuar a conduzir uma Kalex.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x