Moto2, 2020, Teruel: Podem Bastianini e Lowes estender a liderança?

Por a 22 Outubro 2020 13:30

Moto2 regressa a MotorLand para o GP de Teruel, com o panorama do Campeonato um pouco diferente…

A semana passada, era questionável, agora é um facto: MotorLand adequa-se a Sam Lowes (EG 0,0 Marc VDS) e britânico está agora a apenas dois pontos do topo do Campeonato, depois de ter ganho pela primeira vez consecutivamente, esta última também a sua segunda vitória na pista.

Agora será uma luta a dois para o Grande Prémio Liqui Moly de Teruel?

Lowes já apontou alguns lugares em que acha que pode melhorar, e disse que teve alguns problemas na corrida que não encontrara nos treinos, por isso os sinais são bons para o britânico dar mais um passo em frente no GP de Teruel.

Se conseguir a terceira vitória consecutiva, será o primeiro britânico a fazê-lo na classe intermédia desde 1971…

Mas está longe de ser fácil. Os dois pilotos que caíram no domingo, Fabio Di Giannantonio (Lightech Speed Up) e Marco Bezzecchi (Sky VR46) estarão de volta com o objetivo de se redimirem e os dois que se juntaram a Lowes no pódio quererão dar um passo em frente também, aproveitando um fim-de-semana extra de dados.

Um deles, em terceiro lugar, foi Jorge Martin (KTM Red Bull Ajo) que vai querer avançar mais na luta em casa. O outro, que bateu Martin à justa, foi o novo líder do Campeonato, Enea Bastianini da Italtrans.

Depois da qualificação, a ‘Bestia’ não tinha tido o fim de semana ilustre que desejaria, mas entrou na luta pelo pódio antes de derrotar Martin na última volta. Foi o suficiente, atrás de Lowes na liderança, para garantir que ele chega a Teruel com a liderança do Campeonato, mas apenas dois pontos à frente do britânico.

Para Luca Marini (Sky VR46), entretanto, apenas a cinco pontos do topo, Teruel será sobre obter um pouco de redenção e um conjunto chave de pontos. O anterior líder do Campeonato perdeu ao cair do GP de Aragón, dois GPs consecutivos em que não conseguiu pontuar. Agora 3º, poderá recuperar a forma antes da sua alta de Le Mans?

Jake Dixon (Petronas Sprinta Racing) vai querer dar um passo em frente depois do seu melhor resultado de sempre em Moto2 em quarto lugar, e os que estão logo atrás também o farão: Remy Gardner (Onexox SAG Team) venceu a batalha pela quinta posição e foi seguido de perto por Marcos Ramirez (Tennor American Racing) e Hector Garzo (Flexbox HP 40), mais dois pilotos que tiveram melhores resultados.

E Joe Roberts (Tennor American Racing) acabou mesmo atrás.

Para alguns, trata-se de confirmar essa velocidade e seguir em frente, e Roberts vai querer impor-se na batalha inter-equipa também.

Há também Jorge Navarro (Lightech Speed Up), que tem forma de pódio em MotorLand, e depois de ter caído cedo na última vez vai querer recuperar rapidamente…

Três pilotos em cinco pontos é como o Campeonato de Moto2 chega a Teruel, e Bezzecchi em quarto está apenas a 25 do topo, além de ter liderado grande parte do GP de Aragón.

À segunda tentativa, a iniciativa vai ficar com Bastianini e Lowes, ou com aqueles em perseguição?

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x