Top 10… Os melhores momentos das SBK em 2020: Parte 1

Por a 23 Dezembro 2020 15:30

O Campeonato do Mundo de Superbik de 2020 chegou ao fim, depois de um ano titânico de novas rivalidades e vitórias de estreia. Entre toda a excitação houve momentos apaixonantes.

10.) Lowes derruba Rea: Phillip Island, Corrida 2

A corrida 2 da ronda australiana de abertura da temporada foi impressionante do início ao fim, mesmo que o ritmo fosse mais lento e a corrida em si mais tática. Jonathan Rea liderou a maior parte, mas foi o colega de equipa Alex Lowes que passou nos instantes finais para chegar à frente. Rea perseguiu-o valentemente na última volta, colmatando uma diferença de meio segundo para o desafiar até à linha, mas Lowes aguentou. O novo colega de equipa de Rea derrotou-o na ronda inaugural, embora o Campeão reagisse.

9.) HRC regressa ao pódio: Aragón, Corrida 2

A Honda, como formação oficial de fábrica, estava afastada das Superbike desde o final de 2002, quando vencera com Edwards. No entanto, o seu regresso em 2020 foi nada menos do que admirável e, com o encerramento da quarta ronda em Aragón, voltaram ao pódio. Uma luta na frente entre Jonathan Rea e Chaz Davies (Ducati Aruba) animou a corrida, mas Álvaro Bautista trouxe a Equipa HRC de volta ao pódio, sucesso que deverá ampliar em 2021.

8.) Baz nada até ao pódio: Magny-Cours, Corrida 1

A Ronda Francesa Pirelli esteve debaixo de água durante todo o fim de semana, mas isso certamente não abafou as ambições do herói da casa Loris Baz (Yamaha Ten Kate). Liderando brevemente, antes de ter que se contentar com o segundo lugar, foi o primeiro pódio completo do francês desde 2014 e o primeiro da sua equipa Ten Kate na Yamaha. Tendo apreciado o sucesso na Superpole duas vezes, a euforia de subir ao pódio diante dos fãs da casa foi bem clara para todos. Baz estava de volta e parecia bem em casa.

7.) Gerloff hasteia alto a bandeira americana: Catalunha, Corrida 2

Pode ter sido um estreante e não se esperar muito de Garrett Gerloff (GRT Yamaha SBK Junior Team), ainda uma quantidade desconhecida em SBK, mas isso não o impediu de impressionar seriamente na segunda metade da temporada. Lutando pelo segundo lugar na Catalunha e parecendo que tinha a corrida no saco até um erro na volta final, o norte-americano ainda levou para casa o terceiro lugar e deu aos EUA um primeiro pódio desde o falecido grande Nicky Hayden em 2016. Uma nova estrela apareceu, quanto tempo até à primeira vitória?

6.) Redding regressa às vitórias: Jerez, Corrida 1

Passaram quase sete anos sem vencer no Campeonato do Mundo para Scott Redding (Ducati Aruba), mas, finalmente, o campeão da BSB voltou ao primeiro escalão com uma bela vitória no calor da Corrida 1 de Jerez.

A Ducati Panigale V4 R passou à frente de Rea na Curva 6 com seis voltas restantes, antes de se isolar à distância; a Ducati estava claramente em vantagem nas temperaturas mais altas. O britânico estava de volta ao topo, uma primeira vitória emocional em SBK para ele.

(continua)

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x