Supersport Austrália, quatro Yamaha à frente

Por a 22 Fevereiro 2019 11:05

Randy Krummenacher continuou a boa forma do seu teste de pré-temporada ao ficar no topo da primeira sessão livre do Mundial de Supersport. As bandeiras vermelhas interromperam a sessão devido à habitual invasão de vida selvagem na sessão de abertura. Depois, porém, Randy Krummenacher (Yamaha Bardhal Evan Bros) colocou-se no comando e ocupou a primeira posição durante a maior parte da sessão com a sua Yamaha YZF R6.

Com o seu companheiro de equipa Federico Caricasulo a chegar a saltar brevemente para o topo, todas as primeiras 4 foram Yamaha R6, mas depois de todas as trocas entre os companheiros de equipa, seria Krummenacher no topo da classificação geral.

Entretanto, o rápido austríaco Thomas Gradinger (Yamaha Kallio Racing) subiu para a segunda posição, quase quatro décimos atrás de Krummenacher. Os companheiros de equipa Isaac Viñales e Loris Cresson foram 11º e 15º respetivamente, com o piloto belga Cresson a sofrer uma queda no final da primeira sessão, mas a regressar ileso na FP2.

Jules Cluzel (Yamaha GMT94) completou o dia em quarto lugar. Já por 17 vezes vencedor em Supersport, o Francês começou bem a sua campanha de 2019. O compatriota Corentin Perolari também continuou no seu ritmo de início de temporada e terminou em 9º, colcando três pilotos franceses entre os dez primeiros.

Raffaele De Rosa (MV Agusta Reparto Corse) completou o dia em quinto lugar e ficou a pouco mais de meio segundo do melhor tempo de Krummenacher. De Rosa não melhorou o seu tempo na FP2 e permaneceu em quinto no final.

O Campeão do WorldSSP de 2017, Lucas Mahias (Kawasaki Puccetti) ficou em oitavo lugar durante a maior parte da primeira sessão, enquanto continuava a adaptar-se à Kawasaki ZX-6R, até terminar em sexto. Hikari Okubo (Kawasaki) estava em segundo, a dez minutos do final acabando por baixar para o sétimo lugar.

Finalmente, Hector Barbera (Team Toth) mostrou o seu potencial a bordo da Yamaha YZF R6 e foi oitavo num circuito que ele conhece muito bem do seu tempo nos Grand Prix. Completando os dez primeiros, o piloto italiano Federico Fuligni (MV Agusta) fez uma impressionante aparição de estreia, melhorando continuamente durante as duas sessões.

O wild card australiano Tom Toparis estava no ritmo, terminando em 14º na sua Yamaha após umas impressionantes 17 voltas.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png