Superbike, 2022: Quem são os chefes de equipa nas SBK

Por a 27 Março 2022 18:44

Os chefes de equipa desempenham um papel vital no paddock, seja no MotoGP como nas Superbike… E para a nova temporada de 2022 que se inícia em Abril em Aragon, há mudanças.

O Campeonato do Mundo de Superbike de 2022 está cada vez mais próximo. Antes do início da nova campanha, com equipas e pilotos em pista e testes antes do início das corridas, formos dar uma vista de olhos aos chefes de equipa que irão trabalhar com os pilotos ao longo da nova temporada.

Na campeã por equipas a Pata Yamaha Brixx, a fórmula vencedora para 2021 permanece em vigor em ambos os lados da box. O actual campeão Toprak Razgatlioglu continuará a trabalhar com Phil Marron, que pretende duplicar o título em 2022. Para a sua segunda temporada Andrea Locatelli terá o duas vezes campeão em Supersport Andrew Pitt, como chefe da sua equipa.

Na Aruba.it Racing Ducati, com o regresso de Alvaro Bautista, surgem mudanças em 2022. Bautista trabalhou com Giulio Nava no Team HRC e fá-lo-á novamente mas agora na equipa de fábrica da Ducati. A dupla também trabalhou em conjunto em MotoGP, onde Nava também trabalhou com pilotos de nome como Ben Spies, Casey Stoner, Marc Marquez e o falecido Nicky Hayden. Do outro lado da box, Michael Ruben Rinaldi terá Filippo Burgatti como chefe de equipa para a temporada 2022, tendo trabalhado com ele ao longo de 2021.

Depois de tanto sucesso ao longo dos anos, o seis vezes campeão Jonathan Rea terá Pere Riba como chefe de equipa na Kawasaki Racing Team (KRT) WorldSBK, num ano em que vão procurar reclamar o título perdido para Toprak Ragastlioglu no ano passado. Na outra box da equipa estará Alex Lowes que trabalhará com Marcel Duinker em 2022, tendo estado juntos desde que Lowes se juntou à KRT em 2020.

A equipa BMW Motorrad WorldSBK tem um novo alinhamento de pilotos para 2022, já que Scott Redding fez a mudança da Ducati para o fabricante alemão. O britânico terá também um novo chefe de equipa, uma vez que trabalha com Ian Lord que trabalhou com Tom Sykes na BMW em 2020. Michael van der Mark terá de novo Marcus Eschenbacher no seu canto, com Eschenbacher a ter muita experiência seja no MotoGP como no WSBK.

A equipa HRC tem um novo alinhamento para 2022 e houve também uma mudança nos chefes de equipa para esta temporada. Pete Jennings deixou o Team GoEleven para trabalhar com Iker Lecuona para a temporada de 2022, usando a sua experiência para ajudar Lecuona a instalar-se no WSBK após dois anos em MotoGP. Para a nova temporada, o também estreante Xavi Vierge trabalhará com Gorka Segura, que está na HRC desde o seu regresso como equipa de fábrica em 2020.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x