SBK, Lombok: Razgatlioglu lidera, Rea sobe para segundo no TL2

Por a 19 Novembro 2021 13:37

A final do Mundial de Superbike está ao rubro, com os dois pesos pesados ​​da corrida pelo título, Toprak Razgatlioglu e Jonathan Rea que desde o início desta sexta-feira estão num intenso duelo pelos melhores tempos.

Duelo acesso no Pertamina Mandalika International Street Circuit. Após o primeiro dia na nova pista Indonésia, foi Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha com Brixx) quem estabeleceu a referência no TL1 e TL2, procurando o turco construir uma sexta-feira de sucesso para conquistar o campeonato e derrotar Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK). Ambos os pilotos estão na luta pelo título e esta pode ser a batalha que esperávamos.

Primeiro dia para o ‘cisne azul’

Razgatlioglu diminuiu o ritmo imediatamente, apesar de estar um pouco atrasado para a sua box no início da sessão. No entanto, foi imperturbável e imparável, entrando no circuito e rodando mais rápido do que na manhã, antes de terminar o dia por cima com 1m34,230s. Em boa forma e numa pista nova desconhecida de todos, Razgatlioglu está para já em vantagem na tabela de tempos. Logo pela manhã o turco da Yamaha ficou com pouco menos de dois décimos de vantagem depois de ostentar uma vantagem de 1,5s. Do outro lado da garagem e com o objetivo de terminar bem a temporada de estreia, Andrea Locatelli deu muitas voltas com Razgatlioglu enquanto se empenhava em aprender o circuito e ficou entre os três primeiros durante a maior parte da sessão, antes de terminar em oitavo da geral.

Depois de perder mais de 20 minutos nas boxes no TL1 durante a manhã, Jonathan Rea estava fora de questão para fazer as pazes na TL2 e na sessão da tarde. O irlandês que luta pelo sétimo título consecutivo mas que está 30 pontos atrás do líder do campeonato Razgatlioglu na classificação, teve depois uma sessão muito mais forte no TL2 e liderou esporadicamente nas fases iniciais. No entanto, baixou posições logo depois, mas manteve-se uma figura sólida entre os três primeiros, lascando em cada setor e fazendo melhorias incrementais para terminar em segundo lugar na geral.

De volta à ação e voltando de lesão, o companheiro de equipe Alex Lowes terminou o dia em sétimo, apesar de uma queda no início da Curva 2 e espera ajudar o seu companheiro de equipa ao longo do fim de semana.

Foi também uma sessão forte para a Honda com Álvaro Bautista (Team HRC) a aumentar a encomenda na fase final do TL2 para chegar ao quarto lugar, depois de ter sido sexto no primeiro treino livre. No entanto, não foi o dia mais fácil para o espanhol, visto que teve problemas técnicos no início. O companheiro de equipe Leon Haslam reiterou os pontos fortes da Honda, terminando em sexto da geral. Ambos os pilotos vão deixar a equipa após o fim-de-semana.  

O quinto lugar foi para Scott Redding (Aruba.it Racing – Ducati), com o piloto britânico a ter um início sólido, mas despretensioso. Redding estava fora dos dez primeiros indo para a etapa final da sessão, mas conseguiu alguns momentos fortes para se elevar na classificação. Ele lidera o comando da Ducati este fim-de-semana, com o fabricante italiano a apenas 16 pontos da Yamaha no campeonato de construtores. Michael Ruben Rinaldi (Aruba.it Racing – Ducati) foi 11º da geral.

Os seis primeiros após o primeiro dia no Circuito Pertamina Mandalika:

1. Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha com Brixx WorldSBK) 1’34,230s

2. Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) + 0,174 s

3. Garrett Gerloff (GRT Yamaha WorldSBK) + 0,225 s

4. Alvaro Bautista (Equipe HRC) + 0.230s

5. Scott Redding (Aruba.it Racing – Ducati) + 0,349 s

6. Leon Haslam (Equipe HRC) + 0,371s

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x