SBK, San Juan: Alex Lowes na Kawasaki com Rea para 2020

Por a 11 Outubro 2019 15:47

A Kawasaki Racing Team anunciou a contratação de Alex Lowes para a temporada 2020 do Mundial de Superbike, confirmando oficialmente uma das contratações de pilotos mais emocionante da série.

O inglês fará parceria com o tricampeão de SBK, Jonathan Rea, que entra na segunda temporada de um contrato de dois anos assinado em 2018.

Atualmente a ocupar o terceiro lugar na classificação de 2019, Lowes tentará desafiar o seu novo companheiro de equipa pelo título de 2020 no que será a sua sétima temporada completa nas SBK.

Lowes entrou nas SBK em 2011 aos 20 anos, substituindo Jonathan Rea na rodada Checa daquela temporada e marcando pontos na sua estreia. Depois de substituir Ruben Xaus na ronda seguinte, passariam três anos até Alex Lowes regressar à grelha de Superbike, desta vez a tempo inteiro.

Recebido na família Crescent Racing como campeão britânico de Superbike, Lowes conquistaria dois pódios na sua primeira temporada integral, com um melhor resultado de segundo, e ficou em 11º na geral.

Ainda na Suzuki Voltcom Crescent em 2015, Alex subiu para décimo no campeonato, aumentando a sua contagem de pódios com um terceiro na Corrida 2 na primeira ronda tailandesa das SBK.

Com 14 lugarees no top 10 e menos abandonos do que na temporada de estreia, Lowes permaneceu com a equipa que entretanto mudou para a Yamaha.

É natural que a rivalidade fique ainda maior entre os dois

Em 2016, Lowes aumentou a consistência, e embora não tenha conseguido terminar no pódio, conquistou a primeira fila e esteve forte em várias corridas.

Para 2017 melhorou bastante, subindo quatro vezes ao pódio e terminando no quinto lugar do campeonato.

O piloto de 26 anos estava preparado para um 2018 ainda mais forte, e conquistou a sua primeira vitória numa dramática Corrida 2 em Brno. Somando a pole position em Assen e outros dois pódios, Lowes agora era um líder consistente.

2019 também foi uma de suas melhores temporadas e ele atualmente ocupa a terceira posição geral na classificação, com sete pódios em seu nome e, com uma série de 14 resultados nos melhores sete, obviamente num bom momento.

Pela negativa, no entanto, um momento de destaque foi a colisão com Jonathan Rea em Jerez, o cenário perfeito para uma rivalidade em 2020.

Esta assinatura também significa que resta apenas uma moto de fábrica na grelha de 2020, ao lado de Álvaro Bautista na equipa da Honda HRC.

O lugar de Lowes na equipa Pata Yamaha será ocupado pelo vencedor da corrida de Magny-Cours, Toprak Razgatlioglu, como anunciado na semana passada.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png