SBK, 2020: Rea renova com a Kawasaki

Por a 19 Junho 2020 15:30

Jonathan Rea, da Kawasaki Racing, renovou o seu contrato com a KRT, num acordo de várias temporadas que o verá em posição privilegiada para continuar a bater recordes e a fazer história. O homem do Ulster, de 33 anos, está com a Kawasaki desde 2015 e tem melhorado todos os anos e, apesar de apenas três, Corridas até agora em 2020, já voltou a vencer a colaboração com a KRT não mostra sinais de desvanecer-se.

Chegando às SBK como wildcard em 2008 para a Honda Ten Kate, antes de obter a sua primeira vitória em Misano em 2009, Rea levaria mais 14 vitórias para a Honda antes de mudar para o verde Kawasaki, nas quais se tornou um vencedor instantâneo na sua primeira corrida. Desde então, alcançou 74 vitórias para a KRT, tornando-se o piloto mais bem sucedido não só para um único fabricante mas também na história das SBK, tornando-se o primeiro piloto a conquistar cinco títulos em 2019, igualando também o recorde de todos os tempos de vitórias numa temporada com 17, algo que já tinha conseguido em 2018. Esta nova renovação do contrato continuará a ver Rea como referência para as próximas temporadas, acrescentando ação e drama ao mesmo tempo com a renovação do único piloto em SBK cujo salário excede 1 milhão de Euros.

Falando sobre o acordo, o pentacampeão mundial das SBK reiterou a sua alegria: “Estou super feliz por assinar um novo contrato com a Kawasaki e a KRT. O que conseguimos juntos é incrível; o nosso sucesso é impulsionado por uma grande equipa e, claro, a base do projeto é a nossa Ninja ZX-10RR. Continuarei a trabalhar arduamente, juntamente com a minha equipa, e os engenheiros da Kawasaki (KHI) para estar nas melhores condições para cada corrida. Este período longe das corridas reacendeu um desejo ardente de continuar a ganhar e continuar a melhorar as minhas capacidades e o pacote da nossa moto.”

Durante a sua passagem pelo KRT, Rea tem gozado de boas corridas e rivalidades estreitas com vários companheiros de equipa, desde Tom Sykes a Leon Haslam e atualmente, Alex Lowes, que agora assinou pela KRT até ao final da temporada de 2021. Com um final de corrida 2 em Phillip Island que terminou em 1-2 para a equipa e agora confirmado o alinhamento de pilotos para 2021, a Kawasaki Racing Team pode agora construir o seu ímpeto e focar-se inteiramente na ação das SBK em pista, com as discussões fora de pista já concluídas.

Continuando, Rea disse: “As corridas nunca ficam paradas e todos os pilotos e fabricantes continuam a melhorar e nós temos de fazer o mesmo. Agora podemos focar-nos totalmente na nossa temporada de 2020 em SBK, onde as corridas vão recomeçar em breve. Quero agradecer à Kawasaki, à equipa e a todos os meus patrocinadores pelo apoio continuado e por esta grande oportunidade.”

O team manager Guim Roda expressou a sua felicidade no piloto mais bem sucedido da história das SBK, permanecendo com a sua equipa por mais anos: “Todos na equipa estão encantados por Jonathan estar connosco novamente. Nas corridas, não podemos assumir nada até que esteja concluído, por isso estamos muito felizes por Johnny ter confirmado o seu futuro com a Kawasaki e connosco.

Todos os envolvidos entendem que este é um projeto a longo prazo e que a continuidade e o sucesso andam de mãos dadas. Como piloto, Jonathan tem talentos incríveis, que são muito raros. Com certeza, mantê-lo como parte da KRT dá-nos a oportunidade de criar ainda mais história das corridas em SBK. A sua equipa de boxe e todos na KRT estão encantados por continuar esta enorme e gratificante jornada profissional e pessoal juntos.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png