Mundial de Supersport – Kawasaki prepara corrida inaugural

Por a 20 Fevereiro 2019 15:35

Os pilotos da Kawasaki Puccetti Racing Lucas Mahias e Hikari Okubo completaram o último teste de pré-época hoje, em Phillip Island, na Austrália, com Lucas na sexta posição e Hikari na sétima posição. Ainda numa fase relativamente inicial do seu relacionamento com a moto de 2019, Mahias, o Campeão Mundial de 2017, ficou no sexto lugar da geral. O Francês foi o último dos principais pilotos a superar a barreira do 1:34, estabelecendo um melhor tempo de 1:33.872. Com algumas questões de desgaste de pneus já em desenvolvimento, devido à natureza assimétrica e rápida do traçado de pista de Phillip Island, Mahias espera que uma solução seja encontrada antes do fim de semana de corrida.

Okubo já melhorou em relação a 2018

Para Okubo, à beira de sua segunda temporada com a Kawasaki Puccetti, o seu ritmo de testes em 2019 já é mais rápido que o ritmo inicial de 2018,. Após os testes, que foram concluídos em condições secas e ventosas, Mahias e Okubo estão planeando tácticas para o fim-de-semana, que culminará com uma corrida programada de 18 voltas ao circuito de Phillip Island, de 4.445 km, este domingo, 24 de fevereiro.

Mahias não ficou satisfeito com 6º…

Lucas Mahias afirmou: “Um dia difícil para mim, trabalhei muito durante o teste para melhorar a moto e entender mais. São primeiras impressões para mim neste projeto, mas estou muito feliz com a minha equipa, porque eles estão a trabalhar muito. Estou um pouco triste por não estar nos três primeiros. Mas é um teste, não há pontos em jogo. Acho que a moto talvez não seja a mais adequada para Phillip Island, mas estou confiante para a prova, porque será muito diferente do teste ”.

Rob Hartog foi outro piloto Kawasaki em pista

Hikari Okubo afirmou: “Não estou feliz porque estou na sétima posição, mas o tempo da minha volta não é tão mau assim. Fiz 1:34,8 no ano passado e agora consegui 1;34,1, o que é um grande passo. Espero uma corrida difícil no domingo porque o pneu derrapa muito depois de cinco ou seis voltas. A minha melhor volta com um pneu novo foi de 1:34,1 e a minha segunda melhor volta foi de 1:34,2. Estou contente com a minha consistência. Queria dar mais um passo, mas não consegui durante este teste de dois dias. Com dois dias de folga, vou dar o máximo novamente no fim-de-semana da corrida. O meu sentimento agora é que as coisas não estão perfeitas, mas no geral a sensação é positiva ”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png