MotoAmérica, SBK: Jake Gagne coroado campeão de 2022

Por a 27 Setembro 2022 11:00

Jake Gagne venceu o seu segundo campeonato consecutivo de MotoAmerica Medallia Superbike no domingo, no Barber Motorsports Park. Danilo Petrucci terminou a temporada com o título de vice-campeão, a 20 pontos do piloto californiano.

Jake Gagne venceu 17 corridas no ano passado a caminho do seu primeiro Campeonato de MotoAmerica de Superbike. Nesta temporada, Gagne venceu 12 – cinco corridas a menos – para levar o título. No entanto, este campeonato significa mais do que o primeiro, disse, por foi bem mais difícil… graças a Danilo Petrucci.

“No ano passado foi bom vencer todas aquelas corridas e levar para casa o campeonato, mas este anos teve de ser discutido até à última corrida”, disse Gagne. “Foi simplesmente incrível. Foi incrível poder correr com o Danilo (Petrucci). Ele é um piloto de classe mundial. Como já o disse uma vez, acho que nunca houve alguém que eu quisesse vencer mais, só por causa do seu currículo. Ele é um piloto do MotoGP, um vencedor do MotoGP. Não sei quantos deles tivemos aqui nos Estados Unidos, então eu queria fazer o certo e proteger as nossas cores e trazer este Campeonato de MotoAmérica para casa com um americano.”

A corrida

No domingo, no Barber Motorsports Park, Gagne terminou em segundo lugar, atrás do seu companheiro de equipe da Fresh N Lean Progressive Yamaha Racing, Cameron Petersen, e isso lhe rendeu o segundo título consecutivo de Superbike. O vice-campeonato no domingo colocou uma fita na temporada de Gagne, que contou com 12 vitórias e 14 pódios no total em 20 corridas.

A corrida correu perfeitamente para a equipa Fresh N Lean Progressive Yamaha Racing, com Petersen na frente de Gagne e a dupla a correr junta até Gagne recuar nas últimas voltas. Petersen conquistou assim a sua segunda vitória da temporada, a sua terceira vitória na carreira e a primeira em condições secas na sua pista favorita por 3,1 segundos sobre Gagne.

O terceiro lugar foi para PJ Jacobsen, da Tytlers Cycle Racing, com o nova-iorquino ultrapassando Danilo Petrucci, da Ducati NYC, da Warhorse HSBK Racing, na última curva da última volta. Foi um final de vingança para Jacobsen, que perdeu o terceiro lugar na primeira corrida de sábado, quando a penalidade de largada de Petrucci foi revertida depois do apelo da equipa ser julgado procedente. Jacobsen bateu Petrucci na linha de chegada por 0,206 de segundo.

O quinto lugar foi para Mathew Scholtz, da Westby Racing. O sul-africano correu junto a Petrucci no início antes do italiano se ir embora. Terminou cerca de sete segundos atrás de Petrucci no final e 3,2 segundos à frente de Richie Escalante da Vision Wheel M4 ECSTAR Suzuki. A seguir ficou o companheiro de equipa de Escalante, Jake Lewis, com o piloto da Vision Wheel M4 ECSTAR Suzuki, superando Hayden Gillim, da Disrupt Racing.

Kyle Wyman, da Tytlers Cycle Racing, foi o nono com o seu companheiro de equipa Hector Barbera a completar o top 10.

Classificação final do Campeonato de MotoAmérica -Superbike

1º Jake Gagne (Yamaha) 376 Pontos

2º Danilo Petrucci (Ducati) 356

3º Cameron Petersen (Yamaha) 304

4º Matheus Scholtz (Yamaha) 286

5º Hector Barbera (BMW) 190

6º PJ Jacobsen (BMW) 170

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x