Dakar 2018: Kevin Benavides aproxima-se de Matthias Walkner

Por a 17 Janeiro 2018 18:16

Com os resultados verificados na 11ª etapa do Dakar, Matthias Walkner igualou Adrien Van Beveren, que já abandonou, na estatística de serem os únicos pilotos, que até ao momento, seguraram a liderança por dois dias consecutivos.

Porém o piloto da KTM viu o seu novo rival directo Kevin Benavides, agora que Joan Barreda Bort desistiu, ganhar quase 10 minutos. Quando restam três etapas para a conclusão da 40ª edição do Dakar os homens da KTM e Honda estão separados por 32m00s e tudo pode ainda acontecer ou não estivéssemos numa das edições do Dakar mais duras e imprevisíveis dos últimos anos.

O terceiro posto é pertença do vencedor do dia, Toby Price. O australiano está a 39m17s do primeiro e quererá ainda ter uma palavra a dizer. O ‘semi-privado’ Gerard Farrés Guell manteve a quarta posição e está a 10 minutos da posição à frente, aquela em que terminou a corrida em 2017. O top cinco, onde estão quatro KTM contra uma Honda, é fechado por Antoine Méo.

Apesar de estar a ter um prova de altos e baixos, Ricky Brabec continua a subir na classificação geral e já sexto, segundo melhor homem da Honda. Segue-se o surpreendente Johnny Aubert, que está a dar nas vistas neste seu regresso ao Dakar bem como da Gas Gas. Antigo campeão do mundo de enduro, Aubert tem feito uma corrida imaculada onde certamente que está a contribuir para este resultado os conselhos do chefe de equipa e antigo piloto, Giovanni Sala.

O substituto do lesionado Paulo Gonçalves, José Ignacio Cornejo, depois de muito ameaçar finalmente conseguiu entrar no top 10 e é agora o nono. O piloto chileno está atrás do azarado e compatriota Pablo Quintanilla, melhor piloto da Husqvarna, que tem visto nos diversos problemas mecânicos da sua moto uma fonte de muitos minutos perdidos.

O lote dos 10 primeiros é completo com Oriol Mena, piloto que lidera a classificação dos melhores estreantes. Mena tem estado a um grande nível nas últimas etapas e aí estão os frutos a serem recolhidos pelo piloto da indiana Hero MotoSports. O mesmo não se pode dizer do anterior líder dos ‘rookies’ e atual segundo dessa classificação, Jonathan Barragán, que tem sentido muitas dificuldades nos últimos dias. O espanhol da Gas Gas está em 16º.

De referir que entre o top 10 estão representados cinco construtores diferentes: KTM, Honda, Husqvarna, Gas Gas e Hero (Speedbrain).

Destaque ainda para Dani Oliveras, Daniel Nosiglia e Laia Sanz, a melhor piloto do género feminino em prova, que continuam na luta incessante por um passaporte para os 10 primeiros. Em recuperação está o binómio Joan Pedrero/Sherco, que depois de um início de Dakar muito decepcionante estão agora em 14º.

Classificação geral provisória:

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Dakar
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png