MotoGP, Fábio Quartararo: “Não estou a tirar o lugar ao Rossi”

Por a 12 Maio 2020 15:30

No próximo ano, Fabio Quartararo vai integrar a equipa de fábrica da Yamaha à custa do seu ídolo Valentino Rossi. O francês espera que os adeptos italianos não se ressintam da mudança de equipa.

Com sete lugares no pódio e o quinto lugar no Campeonato do Mundo em 2019, o piloto de ponta da Yamaha Petronas, Fabio Quartararo, não só garantiu o título de Rookie of the Year na classe MotoGP no ano passado, mas também garantiu uma mudança para a equipa de fábrica, que se apressou a assinar a jovem estrela antes que outros o fizessem!

Assim, em 2021, Quartararo alinha na equipa de fábrica da Yamaha ao lado de Maverick Viñales, mas à custa do veterano Valentino Rossi, que aos 42 anos, terá de ficar com a equipa Petronas para ficar na classe rainha do motociclismo. No entanto já foi prometido apoio de fábrica ao nove vezes campeão do mundo para o futuro se decidir continuar a sua impressionante carreira.

Enquanto Rossi já está a negociar com a equipa cliente, Quartararo espera que o italiano, que há muito é o seu ídolo, fique. Numa entrevista com os fãs, o francês, cujo avô é da Sicília, explicou:

“Para ser honesto, não vejo isto como ir contra o Valentino, nem acho que vou tomar o seu lugar no próximo ano. Espero que os adeptos italianos me tragam mais amor do que ódio.”

“E também espero que o Valentino fique com a Petronas, porque ficaria feliz se ele continuasse até aos 65 anos”, acrescentou Quartararo, que é um grande fã de Rossi: “Quando era pequeno, o Valentino inspirou-me a querer ser piloto de corridas. Fiquei feliz em vê-lo no MotoGP, e quando ele ganhava, era como se eu próprio tivesse ganho.”

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x