MotoGP – Pit Beirer fala da KTM

Por a 8 Março 2019 17:28

O Diretor Desportivo da marca Austríaca afirmou estar contente com o progresso feita pela equipa na KTM RC16 de MotoGP, em particular Pol Espargaró, que acabou a FP1 em 12º a 0,572 dos mais rápidos.

“Foi muito complicado e exigiu muito trabalho chegar a este nível em que temos 4 pilotos na grelha” – admitiu o gestor, referindo-se à segunda equipa KTM, a Tech3, onde milita Miguel Oliveira.

“O trabalho para crescermos está feito; agora, temos de nos focar em mais rapidez! É para isso que aqui estamos a correr. Diabo seja surdo, até aqui estão todos bem… com 4 pilotos, não há descanso para a equipa técnica, mas é tudo muito mais excitante.”

Beirer disse ainda que espera que Espargaró continue a sua progressão, após o pódio inédito na última corrida de 2018. “Estamos 100% com Pol, que é o que melhor conhece a moto: Vimos dos testes que podemos ser fortes aqui no Qatar. Cada vez vemos o Pol mais adaptado à moto… Ele pede qualquer coisa, nós fazemos, e ele melhora de novo, por isso está a correr na perfeição.”

“Não quero mentir, estávamos à espera que a transição do Johann (Zarco) fosse mais fácil, o que só prova que a KTM tem de ser pilotada de forma diferente das outras marcas… de momento ele tem velocidade mas ainda não está lá… É só o começo e se mostrarmos com o Pol como podemos elevar a fasquia, é mais fácil pôr os outros lá no topo também. O mesmo se passa na Tech 3. Hafizh vem de uma MotoGP forte e está a ter problemas de adaptação…”

– acrescentou, referindo-se ao colega de Miguel Oliveira, que não só tem sido consistentemente menos rápido que o português mas ainda sofreu uma queda hoje.

“Enquanto que o Miguel está a fazer um trabalho fantástico, vindo de uma Moto2… já nos mostrou alguns pontos altos. Parece que quando se chega à moto de fresco e se desenvolve um estilo para ela, as coisas correm melhor… não pode ser pilotada como uma Yamaha, por exemplo.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png