MotoGP, França, TL2: Enea Bastianini coloca Ducati no topo

Por a 13 Maio 2022 14:14

Enea Bastianini foi o mais rápido na segunda sessão de treinos livres de MotoGP do Grande Prémio de França, batendo mesmo o anterior recorde de Joahnn Zarco no circuito Bugatti. Miguel Oliveira (20º) continua distante dos primeiros e da possibilidade de conseguir o acesso à Q2.

Praticamente todos os pilotos partiram para a segunda sessão de treinos livres, com um pneu duro à frente e médio atrás, com excepção de Maverick Viñales que alinhou com um duro atrás. Com o tempo mais quente no ar e no asfalto do circuito de Le Mans, o tempo mais rápido conseguido por Pol Espagaró durante a manhã (1’31,771) manteve-se no topo da tabela até perto do final do primeiro quarto de hora da sessão, altura em que Fabio Quartararo salta para a frente com uma volta de 1’31,640 na sua Yamaha M1. Pecco Bagnaia com a Ducati GP22 também batia o tempo de Pol, subindo à segunda posição. Passadas duas voltas, o italiano da Ducati registava melhor a melhor marca com uma volta de 1’31,635, deixando atrás de si Quartararo, Aleix Espargaró (Aprilia), Pol Espargaró e Alex Rins. Miguel Oliveira (22º) permanecia na box, Joan Mir que tinha caido na curva 7 aproveitava para mudar de fato, Brad Binder permanecia no top 10 na oitava posição e Marc Marquez num desapontante 14º lugar. Ducati, Yamaha e Aprilia eram por esta altura as motos mais rápidas em pista.

A 24 minutos do final da sessão Oliveira regressava à pista e pouco depois Johann Zarco não ganhava para saindo em frente na curva Dunlop, mas dominando de forma magistral a sua Pramac Ducati por forma a não cair. Menos sorte teve Jack Miller, que caiu mesmo na curva 11. A 15 minutos do final da sessão não se registavam mudanças na frente, com o tempo de Bagnaia a prevalecer no topo, seguido por Quartararo, Aleix Esparagaró, Rins e Zarco.  O oito vezes campeão mundial Marc Marquez não descolava de 12º, e em situação semelhante, pela negativa, continua Miguel Oliveira numa distante 22ª posição, para reeentrar pouco depois nas boxes. A 10 minutos do final da sessão, praticamente todos os pilotos paravam para o derradeiro acerto nas motos.

Jack Miller que foi um dos primeiros pilotos a regressar à pista com pneus macios na Ducati #43, caiu pouco depois, tal como Marco Bezzecchi na Mooney VR46 Ducati. A 3 minutos do final da sessão, Aleix Espargaró assimia a liderança do TL2 com uma volta de 1’31,574 na sua Aprilia. Enea Bastianini batia o tempo de Aleix, mas a sua volta acabaria cancelada por exceder os limites de pista, no entanto o italiano da Gresini tentava de novo uma volta rápida… Com 4 décimas da vantagem no terceiro secto, ‘Bestia’ fazia então o melhor registo da sessão: 1’31,148. Aleix Espargaró (Aprilia) e Rins (Suzuki) ficavam logo a seguir a Bastianini na tabela de tempos. Miguel Oliveira teminou a sessão na 20ª posição, distante do seu companheiro na KTM Brad Binder (7º) e com muito trabalho pela frente.

Para amanhã (sábado) a partir das 8h55m está marcada a terceira sessão de treinos livres de MotoGP, decisiva para a passagem dos pilotos mais rápidos à Q2.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x