MotoGP, Danilo Petrucci: “Um dos maiores presentes que a vida me deu”

Por a 29 Setembro 2022 13:00

Danilo Petrucci está de regresso ao paddock do MotoGP, onde vai render o lesionado Joan Mir na Tailândia. Num ano em que já correu no Rali Dakar pela KTM e no MotoAmerica pela Ducati, o italiano diz estar bastante feliz pela abertura de todas as equipas.

“É difícil explicar as minhas emoções, é um misto de sentimentos. Recebi estas notícias no último domingo, estava a correr nos Estados Unidos, estava a lutar pelo título na última corrida e eu disse para me deixarem pensar nisso. Perdi o título, pensei que seria bom conduzir na semana seguinte e aceitei a oferta da Suzuki. É algo que não posso acreditar e é um dos maiores presentes que a vida me deu. É muito bom para mim estar neste paddock por apenas uma corrida, ver as pessoas, testar uma moto completamente diferente com uma equipa de topo. É algo que, nem mesmo nos meus sonhos mais profundos, podia ter imaginado. Quero agradecer a todos, à Suzuki, e às pessoas da Ducati, que me permitiram correr. É um sinal de simpatia das pessoas, estou muito feliz por ter corrido este ano no Dakar, na MotoAmerica, no MotoGP, com marcas diferentes, continentes diferentes, é algo inesperado”, disse.

“Este é o meu maior feito, manter-me conectado com todas as fábricas com que trabalho, todos me querem ajudar e isso torna-me orgulhoso. Estou muito feliz por estar aqui e por ter conhecido muitas pessoas de construtores diferentes e categorias diferentes. Nunca vimos algo assim, não tenho palavras para explicar os meus sentimentos”, referiu.

“Eu prefiro a chuva. Tudo é mais calmo e mais lento. Aqui era muito duro quando eu estava 100% preparado. Agora estou quase retirado e não estou preparado como estava, só quero desfrutar. Estou muito entusiasmado por me juntar a esta equipa neste fim de semana”, concluiu.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x