MotoGP, 2021, Texas: Nada entre Márquez e Miller, Oliveira 18º após queda

Por a 1 Outubro 2021 22:18

Top 2 no molhado de manhã, e no seco à tarde: Márquez na Honda e Miller na Ducati dominaram, divididos por 0,015s em Austin enquanto as KTM voltaram a ter problemas

O Dia 1 no Red Bull Grand Prix of the Americas pertenceu categoricamente a Marc Márquez na Honda Repsol, mas Jack Miller da Ducati Lenovo Team ficou muito próximo. Márquez, com um 2:04.164 foi apenas 0,015s mais rápido que o australiano, com o líder do Campeonato do Mundo Fabio Quartararo (Yamaha Monster Energy) a reclamar o terceiro lugar. Com a pista seca, os problemas da KTM parece ter regressado e Oliveira acabou em 18º.

Prevê-se que o tempo húmido perturbe o dia de qualificação amanhã, pelo que este TL2 pode muito bem ter decidido quem se dirige automaticamente para o Q2.

Marc Márquez, seis vezes vencedor no COTA, estava meio segundo à frente de Miller após 20 minutos na pista seca, com apenas sete pilotos a menos de um segundo do número 93 nas fases iniciais.

Miller cortou então a vantagem de Márquez para 0,123s a pouco menos de 15 minutos do final, com pneus macios Michelin montados para uma mini-qualificação sexta-feira à tarde.

Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo) e Takaaki Nakagami (Honda LCR Idemitsu) foram os primeiros a bater o tempo de Márquez, o japonês o mais rápido dos dois, enquanto Miller foi então para 2º à frente do companheiro de equipa Pecco.

Aleix Espargaró (Aprilia Gresini) caiu na Curva 18 e Miguel Oliveira (KTM Red Bull Factory Racing) caiu na Curva 12 e depois trouxe as bandeiras amarelas durante um breve período, o que significa que muitos tempos por volta foram cancelados, mas ambos os pilotos ficaram bem.

Quartararo disparou então para 1º por mais de dois décimos, antes de Marc Márquez que chegara a baixar entre os 10 primeiros regressar ao primeiro lugar.

Miller ameaçou tirar as honras a Márquez mas a última volta do australiano não bastou e apenas 0,015s separaram a dupla no final.

Atrás do trio principal está Pol Espargaró (Honda Repsol), com bom ritmo tanto em condições húmidas como secas no COTA, e com Nakagami quinto, foi um dia de abertura promissor para a Honda.

Bagnaia está lá em 6º, o italiano a pouco menos de meio segundo do tempo de Márquez, com o par da Pramac Racing Jorge Martin e Johann Zarco em sétimo e oitavo, respetivamente.

Alex Rins (Suzuki Ecstar) e Enea Bastianini (Avintia Esponsorama), vencedora de Austin em 2019, completam um top 10 coberto por 0,6s.

0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
antigo
recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
jcm
jcm(@jcm)
7 meses atrás

Não me caiu bem esta notícia, pois peca por não transparecer o que realmente se passou, ontem:
-no 1º treino, à chuva, o Miguel esteve sempre entre os 4/5 primeiros;
-no 2º treino, em seco o Miguel esteve até 3 minutos antes do fim do mesmo SEMPRE em 3, 4º tendo caído na sua volta de tentativa de tempos, onde ‘todos’ melhoraram

Ensaios
últimas Motosport
Motomais
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x