MotoGP, 2021: Sensação de Valentino Rossi na Ducati Aramco em 2022

Por a 31 Julho 2021 14:00

Os meios de comunicação social italianos estão convencidos que com 99 por cento de certeza, Valentino Rossi decidiu continuar e será na Ducati

A empresa TANAL Entertainment Sport & Media, propriedade de Sua Alteza Real o Príncipe Saudita Abdulaziz bin Abdullah bin Saud bin AbdulAziz Al Saud, com o apoio de outras instituições locais e representantes de empresas da Arábia Saudita como potenciais patrocinadores, vai anunciar novidades sobre um novo projecto de cinco anos no desporto automóvel numa conferência de imprensa nos próximos dias.

A conferência de imprensa terá lugar na residência privada de Sua Alteza Real.

Muitos dos membros do grupo assumem que Valentino Rossi será apresentado como número 1 da nova equipa da Ducati Aramco VR46.

Desde Março de 2021, que se sabe que os sauditas estão a desenvolver uma estratégia de apoio às corridas de motos e automóveis ao mais alto nível com o programa “Saudi Vision 2013”.

Entre outras, foi acordada uma colaboração com a equipa VR46 Moto2 de Rossi.

Um enfoque especial será dado pela TANAL Entertainment Sport & Media à VR46 e ao Campeonato do Mundo de MotoGP e Moto2-W.

Já em 2021, os sauditas apoiam a equipas de Rossi no Mundial de Moto2 e o seu irmão Luca Marini na classe de MotoGP.

Em 2022, a nova equipa de Rossi Ducati VR46 será financiada pela companhia petrolífera saudita Aramco.

Agora a TANAL Entertainment Sport & Media confirmou que a colaboração com a VR 46 foi acordada para os cinco anos 2022 a 2026 inclusive.

Esta é também a duração do contrato da equipa de MotoGP de Rossi. O acordo com a Ducati estende-se por dois anos.

A parceria com a VR46 inclui mesmo uma colaboração no campeonato italiano de Moto3 CIV.

Com que piloto irá alinhar a equipa Aramco VR46 nas corridas em 2022 é que ainda não está claro.

Com o Príncipe Abdulaziz bin Abdullah bin Saud bin AdulAziz Al Saud tendo dito há semanas que preferia Valentino Rossi na sela da Desmosedici GP22 que foi prometida à equipa, começam agora a surgir rumores de que é isso que vai acontecer.

Assim, se se provarem  certos os rumores, Rossi regressa à Ducati como piloto em 2022, após dez anos.

O irmão Luca Marini receberia uma Ducati de 2021, mas no estágio de desenvolvimento atingido no último GP de 2021 em Valencia.

4 4 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x