MotoGP, 2021, Estíria – Joan Mir (2º): “Ficámos mais próximos dos primeiros”

Por a 8 Agosto 2021 17:57

Depois de um início de época sem muito brilho, o campeão do mundo de 2020 foi para as férias com um terceiro lugar em Assen, e agora deu mais um passo em frente com um segundo lugar na corrida austriaca. Joan Mir pressionou bastante o menos experiente  Jorge Martin, acabando por ser ele próprio a cometer um erro na Curva 3 do Red Bull Ring, acomodando-se depois com o segundo lugar. 

Joan Mir, Team Ecstar Suzuki (2º):

“Hoje ficámos mais próximos dos primeiros. Precisava de mais algumas décimas para pode lutar com o Jorge, mas o mais importante é melhorarmos, para no final de cada corrida termos mais rendimento. É sempre difícil quando se luta com uma Ducati, porque são muito fortes na aceleração e também na travagem.”

“Os pontos fortes da Suzuki são diferentes. Percebi que estava a perder tempo no primeiro e no segundo setores, mas depois tentei compensar no terceiro e no quarto. Mas quando os pneus ficaram gastos no final, comecei a perder ainda mais tempo na aceleração.”

“Perto do final da corrida vi que ia perdendo cada vez mais tempo, por isso tentei algo no travagem, mas foi muito difícil. Temos de trabalhar nas nossas fraquezas se quisermos ser mais fortes. Antes pensava-se que os pilotos da Ducati ficariam para trás no final da corrida porque os pneus iam ficar gastos, mas isso não acontece hoje em dia. Por isso sabia que seria muito difícil se não tivesse a velocidade que precisava no final da corrida. Eles não só poupam tempo ao acelerar e travar, como também protegem os pneus e é por isso que é muito difícil vencer uma Ducati nesta pista.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x