MotoGP, 2020, Valencia: Reação de Iannone à suspensão de 4 anos

Por a 11 Novembro 2020 16:00

“A pior injustiça que podia ter imaginado” diz Andrea Iannone sobre a sua suspensão de 4 anos por doping

“Hoje recebi a pior injustiça que alguma vez poderia ter imaginado. Eles arrancaram-me o coração ao afastar-me do meu maior amor.” Foi assim que Andrea Iannone reagiu à noticia de ontem da sua suspensão ter sido agravada pela WADA para 4 anos.

O Painel do Conselho de Arbitragem acabou dar razão à WADA, decidindo que Iannone não só cometeu uma violação antidoping como também “não conseguiu estabelecer, dentro das probabilidades” que a violação não tinha sido intencional.

Isso significa o pior resultado possível para Iannone; a anterior sentença de 18 meses foi substituída por uma nova proibição de quatro anos, que só termina em Dezembro de 2023.

Depois de ter esperado que pudesse voltar à grelha para o início da próxima temporada, a carreira de MotoGP do piloto de 31 anos está quase certamente acabada, embora Iannone insista que “certamente não desisto”.

“Hoje recebi a pior injustiça que alguma vez poderia ter imaginado”, escreveu Iannone no Instagram. “Eles separaram-me do meu maior amor. Não há nenhum sentido lógico nestas alegações, que são acompanhadas de factos incorretos.

Para isso haverá um lugar e hora apropriados… porque certamente não desisto.

“Sabia que estava a enfrentar poderes fortes, mas estava à espera de honestidade intelectual e da afirmação da justiça.”

Neste momento estou a sofrer ao mais alto nível que posso imaginar.”

Quem tentou destruir a minha vida em breve compreenderá como tenho a minha força no meu coração, o poder da inocência e acima de tudo uma consciência tranquila.

“Uma sentença pode modificar os acontecimentos, mas não o HOMEM.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x