MotoGP, 2020, Portimão: Hervé Poncharal: “Nem conseguia respirar”

Por a 22 Novembro 2020 21:46

Para o dono da Tech3 a temporada fechou com chave de ouro em Portimão. Confessa a tensão por que passou desde manhã até ver a bandeira de xadrês, assim como a tristeza de perder Miguel Oliveira para a box vizinha da Red Bull KTM.

HERVÉ PONCHARAL: “Estamos muito orgulhosos, muito felizes por termos dado a oportunidade ao Miguel de vencer esta prova em casa, que sei que é uma coisa muito importante para ele. Foi para nós o fim-de-semana perfeito: bom tempo, um excelente circuito, pole postion, vitória e volta mais rápida. Acho que não podiamos pedir mais nada para terminar a época”.

A transferência de Oliveira para a Red Bul KTM

“O mais triste é que o Miguel nos vai deixar para a nossa box vizinha, mas estamos todos muito felizes, e sobretudo adoramos Portugal, completa Hérve Poncharal, ele que bem conhece o nosso país desde os tempos da passagem do MotoGP pelo Estoril.”

Emoções altas até à bandeira de xadrês

“Agora sinto-me bem, mas desde esta manhã estavamos tensos, durante a corrida não conseguia falar, não conseguia diizewr nada porque quando se lidera uma corrida desde a primeira curva até à bandeira de xadrês torna-se uma corrida muito longa, e apenas rezamos para não haja nenhum erro, nada aconteça, e assim, praticamente durante 25 voltas nem conseguia respirar bem. Parabéns ao Miguel, foi fantástico!”

4.5 10 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x