MotoGP, 2020, Portimão: A Ducati, todo o ano tão perto

Por a 20 Novembro 2020 13:00

Paolo Ciabatti da Ducati foi outro dos managers das marcas a falar da época e como tinha corrido na conferência de imprensa pré-evento para o Grande Prémio MEO de Portugal

todos os cinco pilotos da Ducati estiveram no pódio”

Paulo Ciabatti disse que tinha sido uma época muito pouco habitual, porque chegaram ao Qatar e, de repente com o Covid não puderam correr:

“Chegámos a duvidar se haveria campeonato de todo em 2020, portanto primeiro que tudo, foi um grande feito conseguir estar aqui, ter feito 13 corridas no nosso ponto de vista, poder-se-ia pensar que, por causa do infeliz acidente do Marc na primeira corrida, nós teríamos sido um dos candidatos ao campeonato porque nos três anos anteriores fomos sempre vice campeões com o Andrea, mas por várias razões, o formato do campeonato, dificuldades com o desenvolvimento e acertar com o novo pneu Michelin, o nosso pacote não funcionou tão bem como o do ano passado para alguns dos nossos pilotos.”

“Fomos competitivos e lutámos pelo pódio em quase todas as corridas, com exceção de Aragón, estivemos sempre a lutar pelo pódio com algum dos nossos pilotos e todos os cinco pilotos da Ducati estiveram no pódio a uma dada altura, e é por isso que também estamos agora empatados com a Suzuki pelo campeonato de fabricantes.”

“Mas é desapontante não poder estar a lutar também pelo campeonato de pilotos parabéns à Suzuki, que teve a consistência e fez um grande trabalho!”

“Nós não conseguimos manter esta consistência com todos os nossos pilotos, diferentes pilotos em diferentes corridas estiveram no pódio mas nunca os mesmos e foi isso que nos prejudicou!”

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x