Moto2: Navarro dita a lei na Andaluzia

Por a 3 Maio 2019 11:02

Entre os pilotos de Moto2 foi um homem da casa a destacar-se na primeira sessão de treinos livres do Grande Prémio de Espanha. No caso Jorge Navarro.

Motivado por há três semanas ter conquistado o seu primeiro pódio na categoria, Navarro entrou com tudo em Jerez aos comandos da sua Speed Up e estabeleceu um novo recorde oficial da volta mais rápida de um protótipo de Moto2 em Jerez (1m41.819s). Nesta sessão o espanhol bateu por 19 milésimos Brad Binder, que foi segundo e mostrou uma nova vida à KTM, que tem tido um início de época bem duro.

A boa entrada do construtor de Mattighofen na temporada europeia foi confirmada com o terceiro posto do estreante Jorge Martín. Apesar destas boas indicações o final da tabela de tempos continuou a ficar para pilotos com chassis KTM. Nas últimas oito posições, seis pilotos têm o chassis austríaco.

Atrás de Martín seguiram-se Thomas Lüthi e Remy Gardner, pilotos que fecharam o top cinco do treino. Uma sessão que teve muito equilíbrio, como já é habitual em Moto2, ou não tivéssemos 21 pilotos separados por menos de um segundo e os seis primeiros intercalados por apenas 0.155s.

Apronto esse que ficou igualmente marcado pelas quedas de Iker Lecuona e Khairul Idham Pawi, sendo que o malaio terminou abruptamente a sua passagem por Jerez com a fratura de um dedo da mão direita. Já o líder do campeonato, Lorenzo Baldassarri, teve uma sessão para esquecer. O italiano foi o 10º mais veloz, mas durante o treino deparou-se com problemas técnicos na sua Kalex e uma queda nos minutos finais.

Nota ainda para a estreia de Mattia Pasini aos comandos de um protótipo com chassis KTM, em substituição do lesionado Jake Dixon.  Pasini esteve discreto, ainda a adaptar-se a uma nova ‘montada’, e não foi além do 27º lugar.

Classificação: 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png