CEV Repsol, Moto3: Experiência ditou com Julian Garcia à frente

Por a 5 Julho 2020 14:29

 

Boxes a cheirar a novo, fatos reluzentes e tudo com um ar de estreia a marcar as primeiras saídas para a pista de alguns dos rookies da classe. Por contraste, os leões habituais das Moto3 não precisaram de explicações para baixar as cabeças e rodar desde os primeiros momentos a ritmo elevado…

Pelos vistos este ano o equilíbrio entre as marcas em contenção está melhor, com as KTM a ter de se haver com as Honda e Husqvarna (que, claro, são KTM com outras cores).

À frente desde os primeiros momentos, ficou a Honda de Julian Garcia da SIC 58 Squadra Corse, seguido de Adrian Fernandez na Husqvarna da Laglisse Academy e da KTM da Cuna de Campeones com David Salvador.

O pai do malogrado Simoncelli estava na boxe da sua equipa júnior para ver o seu piloto Espanhol ser o único a baixar do minuto 45, à justa, ao fazer 1:44.999 para acabar a segunda sessão livre de hoje no comando.

Apesar do muito calor, as sessões decorreram sem problemas de maior, com um a longa fila de 34 pilotos a marcar tempos e nacionalidades que variavam dos inevitáveis Espanhóis e Italianos a Ingleses – Scott Ogden da Equipa de Talentos Britânicos em evidência em 7º – a Japoneses, Australianos, Brasileiros, Franceses, Checos, Malaios e Alemães… se é daqui que virão as futuras estrelas do MotoGP, o futuro da modalidade está assegurado!

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png