SBK, 2020: Melandri retira-se mesmo, Cavalieri do CIV no seu lugar

Por a 10 Setembro 2020 15:30

O piloto italiano Samuele Cavalieri vai regressar ao Mundial de SBK para substituir Marco Melandri na Ducati da Barni

Uma cara nova vai alinhar na grelha de regresso ao Campeonato do Mundo de Superbike, com Samuele Cavalieri a competir de agora em diante pela Ducati Barni. Atualmente a competir no campeonato italiano de Superbike, e único ainda com hipótese de tirar o título a Savadori, Cavalieri vai substituir o cessante Marco Melandri, que depois de ter regressado com resultados medíocres desiste agora em definitivo.

Cavalieri competiu nas SBK como wildcard em Misano em 2019 para a Motocorsa Racing e garantiu dois 13º lugares na sua estreia. O piloto de 23 anos está atualmente no segundo lugar do campeonato italiano, onde compete pela Barni a bordo de uma Ducati, com dois segundos lugares já conquistados. Cavalieri também conquistou a pole no último fim-de-semana de corridas em Imola, mostrando o seu ritmo ao longo de uma volta e na distância de corrida em atividade recente. Tem uma grande familiaridade com a Ducati Panigale V4 R e espera que o seu ritmo no campeonato nacional possa ser transferido  positivamente para as SBK.

Cavalieri traçou os seus objetivos para o seu regresso às SBK, dizendo: “Estou muito feliz com esta oportunidade e, em primeiro lugar, quero agradecer a Barnabó e à sua equipa. O meu objetivo é ganhar experiência, estarei entre grandes pilotos e terei de aprender com todos. Trabalhar com método é o ponto chave. Nunca estive na sela desta moto e quero dar um passo de cada vez, sem estabelecer objetivos. Quero também agradecer a todas as pessoas que me acompanharam até agora, à minha família e aos meus patrocinadores, espero poder dar-lhes a satisfação que merecem.”

O diretor da equipa, Marco Barnabó, afirmou: “Quero agradecer ao Marco Melandri, enfrentou este desafio com empenho e grande entusiasmo, mas os resultados não estavam à altura das expectativas. A nossa relação sempre foi de grande estima, analisando a situação com franqueza decidimos que a escolha certa era dar a um jovem piloto a oportunidade de correr no Campeonato Mundial de Superbike. O Samuele está a sair-se muito bem no CIV, conhecemos bem o seu potencial e ele merece esta oportunidade.”

Melandri já não se adaptou à Panigale V4 da Barni

Marco Melandri, finalmente, disse: “Foi uma escolha difícil, mas tive de ouvir o meu físico. Regressei com grande entusiasmo, mas isso acabou por morrer quando percebi que as minhas características não se adequam a esta mota. Recuperar terreno durante os fins-de-semana de corrida é muito difícil. A minha ideia era voltar a divertir-me e a fazer boas corridas, mas, apesar do grande trabalho da equipa, nunca encontrei a sensação certa com a moto.

Nestas condições não havia razões para continuar, falei sobre isso com o coração aberto com o Barni, e dar espaço a um jovem que tem garra e fome é a escolha certa. Arrependimentos? De modo algum. Se não tivesse tido esta experiência, perguntava-me como teria sido, agora tenho as respostas, que infelizmente não eram o que eu esperava. De qualquer forma, gostaria de agradecer a toda a equipa pelo compromisso, para mim É hora de olhar para a frente sobre um caminho que eu já tinha decidido tomar. Desejo muita sorte à Equipa de Corridas Barni para o futuro.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x