Ralis, Kevin Benavides: “O terreno é muito parecido com o Dakar”

Por a 26 Agosto 2022 22:35

Após um hiato de dois anos forçado pela pandemia, o Atacama Rally está de volta em 2022 e embora não pontue para o Campeonato do Mundo de Rally-Raides, promete voltar ao seu formato tradicional de etapas longas e duras realizadas no árido Deserto do Atacama, o que desde logo atraiu Kevin Benavides – vencedor do Dakar em 2021.

O piloto argentino mostrou bom ritmo nas duas primeiras rondas do jovem Campeonato do Mundo de Rally-Raid FIM 2022, garantindo vitórias de etapas no Dakar em janeiro e na segunda prova, o Abu Dhabi Desert Challenge, dois meses depois. A corrida será uma espécie de preparação com a KTM para as provas do mundial que se vão seguir.

“É bom voltar ao Chile e às corridas. O evento parece muito interessante este ano porque é tudo baseado em Iquique e, portanto, serão cinco dias deixando o mesmo bivouac – o que torna muito mais fácil para a equipa. A corrida é sempre boa para nós porque o terreno é muito parecido com o que vemos no campeonato do mundo e no Dakar, por isso é um ótimo lugar para ajustar a moto e fazer mais testes.

Quanto a mim, sinto-me bem, fisicamente estou bem, e tenho saído treinando muito, tanto na moto de rally quanto na minha moto de motocross. Ganhei o Atacama Rallyem 2018 e, embora não haja pressão desta vez, pois não faz parte do campeonato do mundo, ainda assim seria bom sair da prova com outra vitória.”

O rali começa com o shakedown e o pódio este sábado, 27 de agosto, seguidos por cinco etapas em loop, todas com partida do bivouac localizado perto da cidade de Iquique e percorrendo uma distância total de mais de 1.700 quilómetros.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x