Dakar 2019, Fausto Mota: “Teremos pela frente um verdadeiro Dakar”

Por a 5 Janeiro 2019 12:53

Depois da estreia em 2011, onde foi 54º, Fausto Mota teve um longo interregno no que diz respeito a participações no Dakar. Regressou em 2017 e agora vai para a sua quarta presença no evento organizado pela Amaury Sport Organisation. Presenças essas onde este português radicado em Espanha tem vindo sempre a melhorar o seu desempenho individual, em 2018 foi 43º. O ano passado Mota foi mesmo o único piloto português a terminar o Dakar na categoria moto. Resultado de uma abordagem muito pragmática em relação à natureza deste tipo de corrida e que passa igualmente por uma gestão minunciosa do material que tem nas suas mãos, que obviamente é muito diferente daquele que as equipas oficiais dispõem.

Para continuar esta curva ascendente no Dakar, Fausto Mota vai a jogo com uma moto nova, a HQ V450 Rally. Uma máquina que foi devidamente testada antes da viagem para o Peru, teste esse que passou pela presença na emblemática Baja Portalegre 500. A preparação para a grande corrida além de provas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno envolveu ainda outras disciplinas como por exemplo o Hard Enduro com Fausto a participar no conhecido Red Bull Romaniacs, onde foi terceiro na categoria Bronze.

“Teremos pela frente um verdadeiro Dakar. É muito positivo o facto da prova estar apenas radicada no Peru. É o cenário perfeito para fazer a corrida. Para 2019 vou dispor da moto certa para esta prova. As minhas expectativas passam por ficar entre os 30 primeiros, mas o primeiro grande objetivo é terminar a corrida e desfrutar de tudo o que está inerente ao evento”, afirmou Fausto Mota.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas TT
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png